Carro fica crivado de balas em atentado em Coronel Fabriciano

Atualizado às 17h27

Um VW Gol bola, com placas de Coronel Fabriciano, ficou crivado de projéteis de arma de fogo, em uma tentativa de homicídio na manhã dessa quarta-feira (9), na rua Vereador José Antunes Barbosa, bairro São Vicente de Paula, em Coronel Fabriciano. O condutor foi perseguido por atiradores que estavam em outro carro e, apesar das dezenas de perfurações na lataria e vidros do carro, o jovem saiu sem ferimentos, conforme apurou o Diário do Aço.

Somente no para-brisas do gol há cinco perfurações de disparos de arma de fogo. Há mais sete perfurações na tampa do porta malas, quatro perfurações na lateral esquerda, na parte de trás e outras quatro perfurações na lateral ao lado do motorista.

O motorista W.J., de 21 anos, informou que trafegava do bairro Córrego Alto para o seu local de trabalho, uma construção civil no bairro São Vicente, quando, ao entrar pela rua Inglaterra, no bairro Santa Cruz, percebeu que um veículo que pode ser um VW Crossfox, ou Ford Ecosport, o seguia.

Ao parar o carro que conduzia em frente ao portão do seu local de trabalho, a vítima percebeu que um atirador, no veículo que o seguia, efetuava diversos disparos em direção ao seu carro. O condutor disse que acelerou o VW Gol para o interior da obra e foi seguido pelo condutor do outro carro, de onde continuavam a sair tiros.
Encurralado no pátio da obra, o motorista atingiu algumas motocicletas que estavam estacionadas, saiu do Gol e correu a pé para uma mata na divisa do canteiro de obras.

Trabalhadores que estavam reunidos nas proximidades tiveram que correr, temendo que fossem atingidos pelos tiros. Eles nem sequer viram o modelo do carro onde estava o atirador. Já o motorista alvo do atentado somente saiu do meio do mato depois da chegada de equipes da Polícia Militar.

Apesar de o carro ter sido perfurado por vários projéteis, o condutor saiu sem ferimentos. Cartuchos deflagrados de uma arma semiautomática foram recolhidos do lado de fora e no interior do pátio.

Projéteis foram recolhidos pela perícia da Polícia Civil dentro do Gol, assim como mais cartuchos vazios do lado de fora. Acredita-se que dois homens participaram do atentado. A motivação e autoria ainda são investigadas pela polícia.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Cidadão Indignado 11 de Outubro, 2019 | 12:09
Roberto, e o policial que foi executado em João Monlevade em uma emboscada armada por traficantes para causar o maior número de baixas possível na Polícia pra descontar das apreensões de drogas que eles sofreram?
Imagina se uma bala dessas acerta um inocente, um morador, um transeunte ou uma criança? Graças a gravidade toda bala que sobe uma hora desce!
Roberto 10 de Outubro, 2019 | 09:48
Sr Marcos , ñ sei a situação desse cidadão então ñ posso julgar , mas a maioria dos homicidios q estão acontecendo no Vale do aço as vítimas são rinchas de facções . Então q ta morrendo ñ é nenhum trabalho honesto . Eles mesmo tão se eliminando, assim é melhor , prefiro vê a Polícia fazendo a ronda ostensiva na minha rua , na escola do meu filho , perto do banco q recebo , no supermercado q faco compra e etc.... vc concorda comigo ????
Marcos Guimarães 10 de Outubro, 2019 | 07:19
Muito estranho as ações que vêm ocorrendo á luz do dia e com os mesmos traços de execução e mesmo perfil bélico.
Coronel Fabriciano está se tornando uma cidade sitiada.

Sr. Coronel da PM e Sr. Chefe do Estado maior, nossa cidade ás vésperas de um novo pleito eleitoral está mergulhando em uma enorme poça de sangue! O crime organizado está se instalando no Vale do Aço e eliminando os mais fracos, os pés de chinelo... ou os Senhores tomem contra medidas ou precisaremos de uma centena de sacos para colocar os corpos.
José Carlos Oliveira 10 de Outubro, 2019 | 06:59
O crime organizado está mandado forte em Coronel Fabriciano. Uma ação dessas não é coisa de amador pé de chinelo não. Tem coisa grossa, ahh se tem . Aperta a vítima que abre o bico.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO