Novo elevador entra em funcionamento na Prefeitura de Ipatinga

Os dois elevadores originais são utilizados desde a inauguração do prédio, em 29 de janeiro de 1977

Secom-PMI


O novo equipamento possui capacidade para transportar até dez pessoas ou o peso máximo de 750 quilos

Após 43 anos de uso e já apresentando problemas de segurança há algum tempo, um dos elevadores da Prefeitura de Ipatinga foi substituído. A liberação do novo equipamento aos usuários ocorreu nesta terça-feira (8), e vai facilitar a locomoção de pessoas como cadeirantes, idosos e pessoas com mobilidade reduzida que procuram os serviços no prédio público.

Os dois elevadores originais são utilizados desde a inauguração do prédio, em 29 de janeiro de 1977. Com uma série de desgastes provocados pelo uso contínuo ao longo do tempo, os equipamentos passaram por inúmeras manutenções. Nos últimos anos, chegaram a ser interditados em diversas ocasiões. O equipamento liberado nesta terça-feira ficará em fase de teste por cinco dias. Na próxima semana, a empresa que executa o serviço já deverá providenciar a troca do outro equipamento, informou o governo municipal.

Substituição
A substituição dos dois elevadores é viabilizada por meio de recursos captados em financiamento junto ao Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG). A capacidade de transporte das novas cabines é de até dez pessoas ou o peso máximo de 750 quilos. Elas dispõem de sistema de ventilação, iluminação de led, sistema de voz e sinal sonoro.
A previsão é que em 50 dias os dois elevadores já estejam em pleno funcionamento, dispondo de sistema duplex, ou seja, mesmo que o usuário acione os dois botões de pavimento, apenas um dos equipamentos - o mais favorável - atenderá o chamado. Este sistema também economiza energia elétrica e evita o desgaste desnecessário dos elevadores.

O prefeito Nardyello Rocha pontua que os equipamentos estão em total desconformidade em relação aos quesitos de segurança e manutenção. “Normalmente, funciona apenas um. Tira-se a peça de um para completar o outro. E, desde que cheguei ao governo, temos trabalhado para essas modernizações. Concluímos a troca de um dos elevadores e dentro de dez dias devemos iniciar a substituição do outro”, disse Nardyello, lembrando que dentro do ‘Programa Nova Ipatinga’ a prefeitura também passará por uma completa reestruturação.

“Os processos licitatórios já estão em andamento e vamos fazer a reestruturação do prédio tanto na parte arquitetônica como na de incêndio/pânico e também na parte de climatização e modernização administrativa”, finalizou.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Cidadão Indignado 09 de Outubro, 2019 | 07:33
Por favor, não para aí não, lembre-se senhor Nardyello que para atender de forma completa aos cidadãos as escolas, unidades de saúde e outros setores também precisam de melhorias, trabalhei mais de 7 anos da minha vida em recepção de unidade de saúde pública, e o que mais acontecia com o funcionário era descaso da população para com o mesmo. Isso porquê na gestão do senhor Sebastião Quintão(aquele que vos apoia) foram retirados todos os seguranças das escolas e unidades de saúde, deixando à Deus dará o funcionários que ali atendiam a população. E não é só isso, por várias vezes foram feitas licitações e compras de cadeiras e ventiladores que não funcionaram por mais de 2 anos consecutivos, cadeiras estas que os usuários utilizavam, que visavam beleza e não integridade. Ventiladores que paravam de funcionar por falta de manutenção(a prefeitura nunca dava manutenção).
Senhor prefeito, não é só a prefeitura que passa pelos olhos do povo, mas todas as estruturas do funcionamento dela, principalmente as mais usadas como escolas e unidades de saúde, fica a dica!

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO