Irmãos brigam por causa de herança e caso quase termina em morte

Uma testemunha informou para a Polícia Militar que se encontrava em sua casa quando começou a escutar gritos de uma pessoa, que pedia socorro

Uma briga entre familiares terminou com um homem gravemente ferido e hospitalizado e outro preso. Um terceiro envolvido, sobrinho, acabou apreendido. A ocorrência atípica foi registrada na noite de domingo, na avenida Dom Oscar, bairro São Domingos, em Coronel Fabriciano. A motivação do crime, possivelmente é uma herança deixada pela mãe, falecida há pouco mais de 20 dias.

Uma testemunha informou para a Polícia Militar que se encontrava em sua casa quando começou a escutar gritos de uma pessoa, que pedia socorro. Quando saiu à rua para ver o que estava acontecendo, deparou-se com Adilson da Costa Miranda, de 53 anos, todo ensanguentado e recebendo golpes de facão, desferidos pelo irmão dele, Edelson da Costa Miranda, de 42 anos. Um sobrinho da vítima, de 17 anos, também golpeava a vítima com um pedaço de ferro.

Houve uma gritaria e correria generalizada. Numa tentativa de cessar as agressões, vizinhos que também saíram à rua atraídos pela gritaria, atiraram pedras contra os dois agressores. Acuados, os dois, tio e sobrinho, embarcaram em um carro e fugiram do local. Adilson foi colocado em um carro e levado para o Hospital José Maria Morais, com cortes na cabeça, braços e mãos.

Consciente, Adilson informou para policiais militares que estava em sua residência, quando chegou Edelson, seu irmão, e o sobrinho deles, um adolescente. Relata o homem que, logo ao abrir o portão, foi agredido, pois Edelson já desembargou portando um facão e uma espingarda. A vítima segurou a espingarda pelo meio e a arma desmontou-se em duas partes.

O irmão e o sobrinho passaram então às agressões com o facão e o cano da arma.
Os próprios familiares dos envolvidos, que moram no local, informaram para a polícia que a possível motivação da briga entre os irmãos é uma herança deixada pela mãe deles. A mulher morreu.

Equipes da PM, em busca aos suspeitos, abordaram os dois envolvidos quando eles passavam pela avenida Brasil, no bairro Santa Cruz. Com o menor de idade foi apreendido um cartucho intacto, de arma de fogo. Os cacos de uma espingarda de fabricação artesanal foram recolhidos pela perícia da polícia civil na cena do crime.

Após também serem medicados no hospital José Maria Morais, tio e sobrinho foram encaminhados para o plantão da Delegacia de Polícia Civil, onde um inquérito passa a apurar o envolvimento deles na tentativa de homicídio e outros delitos.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO