Bombeiros resgatam mais um corpo em Brumadinho

Com a descoberta de agora, o número oficial de mortos encontrados já chega a 250. Vinte pessoas continuam desaparecidas

Divulgação CBMMG


Com a descoberta de agora, o número oficial de mortos encontrados já chega a 250 e 20 pessoas permanecem desaparecidas

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais confirmou que localizou nessa sexta-feira (4), mais um corpo da vítima da catástrofe em Brumadinho. Ele foi localizado a 1,5 metro de profundidade em uma frente de buscas conhecida como Remanso 4.

“Mais uma vez, o trabalho de inteligência e cruzamento de dados foi decisivo para essa localização. O corpo está íntegro (não segmentado, ou seja, com todos os membros), motivo pelo qual é provável que ocorra uma nova identificação de vítima”, informa em nota o CBMMG.

Conforme a corporação, não é possível dizer, pela decomposição do corpo, se a vítima é masculina ou feminina. Pela análise da inteligência, o corpo percorreu aproximadamente 4,5 quilômetros de distância do ponto inicial onde estava. O último corpo tinha sido encontrado no domingo (29). Com a descoberta de agora, o número oficial de mortos encontrados já chega a 250. Vinte pessoas continuam desaparecidas.

O rompimento da Barragem B1, da Mina Córrego do Feijão, operada pela Vale, em Brumadinho (Região Metropolitana de Belo Horizonte), ocorreu em 25 de janeiro desse ano e superou outra catástrofe da mineração, a da mina da Samarco, no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, ocorrida na tarde de 5 de novembro de 2015.

Mais
Bombeiros encontram mais um corpo de vítima de tragédia em Brumadinho
CPI conclui que Vale sabia dos riscos e aponta responsáveis
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO