Provas do Enem 2019 já estão a caminho dos locais de aplicação do exame

Primeira remessa segue em direção à Bahia e Pará

Divulgação


De acordo com o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, todas as provas que irão atender os 5,1 milhões de inscritos já estão impressas

A primeira remessa das 10,2 milhões de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 começou a ser distribuída nessa quinta (3) em direção à Bahia e ao Pará. Do total de provas, 408 mil impressões pertencem ao primeiro malote que saiu do 4º Batalhão de Infantaria Leve do Exército, em Osasco (SP), com a escolta da Polícia Militar.

De acordo com o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, todas as provas que irão atender os 5,1 milhões de inscritos já estão impressas. “O Enem envolve o país inteiro, é um projeto nacional. São milhares de participantes que contam com a gente, que esperam uma boa prova, um bom ambiente para aplicarmos essas provas com segurança”, pontua Lopes.

A logística das provas conta com reforço de diversas equipes de segurança, conforme reforça o diretor de Gestão e Planejamento do Inep, Murillo Gameiro: “destaco o papel da Polícia Militar de São Paulo que, durante todo o período de impressão dos cadernos das provas, fez o acompanhamento das provas na gráfica”.

Enem 2019

O exame está previsto para ocorrer nos dias 3 e 10 de novembro deste ano em 1.727 municípios brasileiros. O Enem avalia o desempenho do estudante e viabiliza o acesso à educação superior, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade para Todos (ProUni) e instituições portuguesas. O exame também possibilita o financiamento e apoio estudantil, por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

*Com informações do Inep
(Fonte: Brenda Chérolet – Agência Educa Mais Brasil)
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO