Ipatinguense é preso em Portugal acusado de matar a mulher

Na quarta-feira (2), o cadáver da mulher foi encontrado por um cidadão que passeava com o cão

Jorge Talixa/Publico.pt


O corpo da ipatinguense Camila foi encontrado dentro de uma mala, em Arruda dos Vinhos, Portugal, o companheiro dela, também de Ipatinga, está preso como suspeito do crime

Um brasileiro de 38 anos, originário de Ipatinga, está preso em Lisboa, Portugal, como autor confesso do homicídio da própria mulher, identificada como Camila, de 30 anos. Identificado como Robson Mandela, ele era também primo da vítima. Veja atualização da notícia: Família consegue doações para traslado de Camila Mendes.

O crime ainda está em apuração e as informações preliminares, da Polícia Judiciária (PJ) indicam que o brasileiro foi preso por causa do homicídio da mulher, que foi encontrada numa mala na vila de Arruda dos Vinhos, um distrito da capital, Lisboa.

Na quarta-feira (2), o cadáver da mulher foi encontrado por um cidadão que passeava com o cão. A mala de viagem estava em um caminho à margem de uma vinha nos arredores de Arruda dos Vinhos.

“A investigação apurou que o presumível autor, possivelmente motivado por questões de natureza passional, atingiu a vítima com um golpe letal de arma branca. O crime foi praticado num quarto que ambos tinham arrendado”, informou a polícia portuguesa.

O quarto onde o casal morava foi encontrado completamente revirado, com marcas de luta e manchas de sangue em uma cama. Conhecidos do casal, que moram em Arruda dos Vinhos, informaram que o casal residia no bairro Bethânia, em Ipatinga, e havia pouco maios de 15 dias que chegou a Portugal.

Os indícios apontam que, após o crime, o brasileiro envolveu o corpo em um lençol e o colocou na mala de viagem, arrastada por cerca de 300 metros. Para a polícia, o objetivo era esconder o corpo até que o autor do crime conseguisse sair do país. A mala teve avarias e isso pode ter levado Robson Mandela a abandoná-la na trilha. O brasileiro foi preso na noite de quarta-feira, em meio a uma vegetação, ainda nos arredores do local onde a mala foi encontrada.

Conforme relatos de mineiros que residem em Arruda dos Vinhos, o local concentra vários imigrantes brasileiros. “A comunidade ficou chocada com essa violência. Tememos que isso prejudique a imagem das pessoas que vieram morar e trabalhar aqui. Isso decisivamente não é bom para nós, brasileiros”, afirma um dos moradores em mensagem publicada na tarde de quinta-feira (3).

A família da vítima, em Ipatinga, tem evitado dar declarações acerca da situação, mas confirmou que enfrenta dificuldades para fazer o traslado do corpo para o Brasil.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Marlene 14 de Outubro, 2019 | 18:44
David Souza, cultura maldita herdada de vocês, infelizmente o macho brasileiro (com exceçoes) piorou essa herança.
Leoncio Simoes 12 de Outubro, 2019 | 20:49
Meu amigo david souza,este senhor nao me representa,gente boa I gente ma,existe em todas as nacoes.
Carlos 08 de Outubro, 2019 | 19:02
Portugal tem que rever esses brasileiros imigrantes ilegais é expulsalos .
David Souza 08 de Outubro, 2019 | 17:00
Bandido cruel, brasileiro desgraçado, foi morar em Portugal e mancha com essa cultural maldita brasileira, se fazer realizar uma ação premeditada dessa. Esperamos que não seja deportada pra ca, porque aqui vai receber as benesses dessa lei estupida que so atende interesses escussos e sombrios de dizimar a população.
Nanda 08 de Outubro, 2019 | 16:39
O brasileiro um dos dos campeões em feminicidio, vai pro Exterior cometer essas atrocidades! Já não chega aqui no Brasil, tem que ir fazer merd@ lá fora?Que vergonha!
Bruno 04 de Outubro, 2019 | 11:13
Robson mandela, vi o perfil dele no Facebook, que triste fazer isso com a mulher, e ainda parece que são primos !!que mundo é esse ?
coitada as vezes saiu com um intuito de emprego e ser ceifada assim.
só Deus pra confortar a família,
Nicey 04 de Outubro, 2019 | 08:20
FICO com pena da mae que conheço desde sempre.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO