Carroção Cênico segue circulando

Projeto incentivado pela Cenibra ruma para Pingo D’Água e Ipabinha

Gustavo Lyra/Divulgação/ACS CCAM


A Dra. Explica Tudo integra o trio de cientistas questionadores
Outubro chega com mais duas viagens fantásticas dos três cientistas malucos: Dr. Sabe Tudo, Dra. Explica Tudo e Dr. Questiona Tudo.

A bordo do Carroção Cênico, os cientistas rumam agora para Pingo D’Água e Santana do Paraíso (Ipabinha), levando na bagagem A Máquina do Tempo, para desvendar os mistérios de um incêndio florestal.

Na quinta-feira (3), às 19h30, eles estarão no Centro de Eventos Vereador Vicente Vitor, em Pingo D’Água. E no dia 24 de outubro, vão ocupar a Praça ao lado da Igreja Católica, em Ipabinha, também às 19h30.

A Máquina do Tempo é espetáculo multifuncional com possibilidades várias de composição textual, trabalhado a cada tema. Utiliza a literatura de cordel e tem características da Comédia Dell’arte. O tema, da circulação de 2019 é a conscientização e preservação do meio ambiente.

Gustavo Lyra/Divulgação/ACS CCAM


Os cientistas malucos usam o Carroção Cênico como palco
A proposta mira em uma realidade cruel que vem assolando o país. De acordo os dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), de janeiro a agosto deste ano os casos de incêndios florestais aumentaram 34% em todo o país, comparados a 2016.

Em Minas Gerais os dados são mais alarmantes. Antes de setembro começar, o território mineiro já acumulava 73% mais focos de calor do que nos primeiros oito meses de 2018.

Preocupada com esta triste realidade, a Dra. Explica Tudo mostra ao público que “os incêndios florestais são verdadeiras catástrofes. Eles podem acontecer de forma natural, se a área está muito seca, mas também podem ser ocasionados pelo lixo jogado pelo homem na natureza, como pontas de cigarro, fósforos, foguetes, balões, fogueiras e queimadas. Na maioria dos casos, o responsável pelos incêndios é o próprio homem”, enfatiza.

Gustavo Lyra/Divulgação/ACS CCAM


O Dra. Sabe Tudo é o cientista que amealha o conhecimento
Diretor do espetáculo e autor do texto, Claudinei de Souza destaca a importância de aliar arte a uma realidade que precisa ser mais discutida. “No espetáculo, repassamos informações de forma criativa e lúdica, como método de estímulo e conscientização, geramos práticas de interação, motivação mútua e uma aquisição mais eficaz do conhecimento”, destaca.

Além do espetáculo teatral, as cidades visitadas recebem oficinas de danças urbanas, jogos cênicos, maquiagem e contação de histórias. Com entrada franca em todas as atividades, o Ciclo Cênico Arte em Movimento tem entrada franca e conta com patrocínio da Cenibra, via Lei Federal de Incentivo à Cultura.

O apoio é do Instituto Cenibra e das Secretarias de Educação e Departamentos de Cultura das prefeituras das cidades visitadas, além da Associação Pró-Cultura de Ipatinga (Aproc) e Grupo Boca de Cena. A realização é de Marilda Lyra e Ministério da Cultura.

SERVIÇO:
Ciclo Cênico Arte em Movimento
Quinta-feira (3) – 19h30
Centro de Eventos Vereador Vicente Vitor
Pingo D’Água - MG
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO