Candidatos que fizeram o Encceja podem solicitar certificação nas secretarias de educação

Documento atesta conclusão dos ensinos fundamental e médio

Divulgação


O documento também pode ser solicitado por participantes aprovados no exame em edições de anos passados

Candidatos que prestaram o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) em edições passadas, a partir de 2006, podem solicitar o certificado de conclusão dos ensinos fundamental e médio. Para isso, é necessário que o aluno procure as secretarias estaduais de Educação para solicitar a emissão do documento que comprova a conquista da qualificação.

O atendimento pode ser realizado em 283 campi de 32 institutos credenciados que estão espalhados em 24 unidades da Federação. Apenas Ceará, Alagoas e Tocantins não possuem institutos cadastrados.

No caso do aprovado no ensino médio, também é possível pedir o documento em Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia que firmaram Termo de Adesão ao Encceja.

Para requerer a certificação não é obrigatório levar a página impressa com o resultado, mas se o solicitante tiver o documento em mãos ajudará no processo de identificação da nota e fará com que o certificado seja emitido rapidamente.

Quem pode solicitar a certificação?

Pode pedir a emissão do certificado o participante que atingiu, no mínimo, 100 pontos em cada uma das áreas de conhecimento e tirou nota igual ou maior do que cinco em redação. O resultado está disponível no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O documento também pode ser solicitado por participantes aprovados no exame em edições de anos passados. Quem conseguiu a nota mínima em uma área do conhecimento, mas não nas quatro provas do Encceja, poderá requerer a declaração parcial de proficiência. Com a declaração parcial, o participante fica liberado de fazer as mesmas matérias na próxima edição do exame, ou seja, poderá se inscrever apenas para os eixos que faltaram.

(Fonte: Brenda Chérolet – Agência Educa Mais Brasil)
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO