Incêndio atinge Parque Estadual do Rio Doce

As atividades de combate ao fogo tiveram início às 9h de sexta-feira (20), com equipes do Corpo de Bombeiros e de brigadistas da Aperam e Cenibra

Divulgação IEF


A operação de combate ao incêndio florestal contou com diversos bombeiros e brigadistas


Com atualização às 20h40
Há mais de um dia que bombeiros militares e brigadistas tentam apagar as chamas no Parque Estadual do Rio Doce (Perd), considerado a maior reserva de Mata Atlântica do estado, com quase 36 mil hectares. Foram registrados vários focos de queimadas.

As atividades de combate ao fogo tiveram início às 9h de sexta-feira (20), com equipes do Corpo de Bombeiros e de brigadistas da Aperam e Cenibra. A operação ainda contou com o apoio de aeronaves do governo estadual. As equipes fizeram um combate indireto e direto, já que se trata de um local com mata fechada e com vegetação densa, em terreno de aclive acentuado.

O Parque
Inserido nos municípios de Marliéria, Dionísio e Timóteo, o Parque Estadual do Rio Doce abriga a maior floresta tropical de Minas Gerais, em seus 35.970 hectares, e é a primeira unidade de conservação estadual criada em Minas Gerais pelo Decreto Lei nº 1.119, assinado em 14 de julho de 1944.

Árvores centenárias, madeiras nobres de grande porte e uma infinidade de animais nativos compõem o cenário do Perd. O Parque é composto por quarenta lagoas naturais, dentre as quais destaca-se a Lagoa Dom Helvécio, com 6,7 Km² e profundidade de até 32,5 metros.

Outro incêndio

Conforme as informações do Corpo de Bombeiros, houve também, na manhã de sexta-feira (20), um foco de incêndio próximo à Estação Meteorológica do parque Oikós, em Timóteo. Na parte da tarde, um novo foco surgiu e colocou em risco a Casa de Hospedes do Oikós, onde houve um reforço no efetivo para combater as chamas, que impediu a destruição da casa. Nessa operação, participaram 40 brigadistas e 10 bombeiros.

No bairro Alphaville, em Timóteo, também foi registrado um incêndio florestal, que teve início na tarde de sexta-feira (20). O foco estava próximo a residências do bairro e da área do Perd. Equipes de bombeiros e brigadistas estiveram no local para conter o incêndio.

O capitão do 11º Batalhão do Corpo de Bombeiros, Marcos Vinicius, detalhou a operação realizada em Timóteo. "Estamos atuando lá dentro e por ora não é possível dizer sobre o prejuízo, mas, visualmente, o estrago foi grande. Não passamos contabilizando, estamos focados em combater o fogo. Temos várias frentes de combate, com brigadistas do IEF, Bombeiro Militar, da Cenibra, de alguns grupos voluntários e comunidade. Não temos certeza da causa, mas o incêndio começou no Alphaville, região habitada e a possibilidade de interferência humana nesse incêndio é grande”, disse.

Para combater as chamas, foi montado um ponto de apoio no bairro Alphaville. Escolas no bairro Limoeiro e Macuco também foram utilizadas como bases de apoio.

Atualização

No fim da tarde deste sábado, o tenente-coronel BM Alexsandro Nunes, informou que o incêndio continua na região próximo ao Alphavillie e Macuco. Um novo foco foi identificado na região do distrito de Cava Grande. “Estamos combatendo, tivemos grande êxito nessa área e amanhã, se Deus abençoar, poderemos finalizar. Próximo ao Macuco e ao Alphaville o incêndio atingiu sim a mata do parque, e está numa linha de fogo de aproximadamente 3 mil metros, numa área de difícil acesso, com incêndio de copa. Temos cerca de 153 pessoas atuando no combate, dentre elas 35 Bombeiros Militares, seis Policiais Militares, 10 pessoas da Policia Ambiental e o restante brigadistas. Tivemos alguns êxitos e frustrações, mas amanhã continuaremos o serviço, a partir das 6h30”, informou.

Mais:
Vale do Aço está há 156 dias sem chuva


Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Derli 23 de Setembro, 2019 | 14:07
Gente vamos ser mais inteligentes! Destruindo as matas estamos destruindo a nós mesmo , o que vai ser do nosso futuro sem a preservação dos Rios ,das matas vai ser cada dia mais calor e podemos ficar sem água pense nisso ! A natureza agradecer.....
Palhaço 23 de Setembro, 2019 | 08:33
TUDO DE VCS E POLITICA.
João das Malhas 21 de Setembro, 2019 | 20:11
Absurdo esses bandidos que põe FOGO na mata.
Podia morrer queimado, experimentando do próprio veneno.
Aposto que isso é coisa dos petistas tentando sabotar o governo.
O povinho sujo, viu!!!
Que que as matas e os bichos tem haver com essa sujeira toda de política.
Toma banho viu!
Quer queimar, queima sua própria casa.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO