Setembro Amarelo é discutido em unidades de saúde de Timóteo

Encontro na Unidade do bairro Primavera abordou o tema ''Valorização da vida''

Divulgação


A psicóloga Márcia Vasconcelos realizou palestra na última quarta-feira (18)

As Unidades de Saúde de Timóteo continuarão com atividades sobre o Setembro Amarelo, prevenção ao suicído, até o final do mês. “A ideia é desenvolver ações que encorajem as pessoas frente às dificuldades vividas”, fala Cristiane Valgas, gerente de Atenção Primária da Secretaria de Saúde e Qualidade de Vida. “Já oferecemos palestras com médico psiquiatra, psicólogos, performance teatral, bate papo informal e abordagens que visam a conscientização dos nossos usuários. São 17 equipes de Estratégia da Família mobilizadas para falar sobre este tema tão complexo”, explica Cristiane.

A psicóloga Márcia Vasconcelos realizou palestra na última quarta-feira (18), no Centro de Especialidades do Primavera e falou sobre a importância de observar os sinais que a pessoa com ideação suicida passa àqueles que estão mais próximos. A profissional, que é agente comunitária de saúde da Unidade do Primavera, chamou a atenção para aquele sentimento de tristeza que perdura por mais de 15 dias. Alerta ainda que é imprescindível o apoio de parentes e amigos no momento em que a pessoa apresenta pensamentos disfuncionais, baixa estima, achando que a vida não vale a pena. “A depressão primária é a patologia de base que pode se agravar para o desfecho da vida se não houver suporte psicológico adequado e tratamento com medicamentos indicados”, explicou a psicóloga.

A porta de entrada para esses casos são as unidades de saúde por meio do Programa Saúde da Família, que faz o acolhimento do paciente e encaminha para o Centro de Saúde Mental para acompanhamento médico, psicológico e também por meio de oficinas terapêuticas.

O Serviço de Saúde Mental de Timóteo funciona atualmente na Unidade Básica de Saúde Mário de Souza, à rua João Alves de Azevedo, n° 13, bairro Olaria II. Para outras informações o telefone de contato é o 3847-7644. Em breve será implantado o Centro de Atenção Psicossocial (Caps) para público adulto e infantil. O novo espaço será inaugurado à avenida Jovino Augusto da Silva, nº348, no bairro Bromélias.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO