Coletes balísticos e drogas são apreendidos em Ipatinga

Jovem com passagens policiais é abordado pela Polícia Militar depois de flagrante de uso de entorpecente

Wellington Fred


Os coletes e outros objetos apreendidos pelos policiais militares

Um policial militar, ao deparar com um jovem usando drogas na rua Orinocos, no bairro Caçula, em Ipatinga, resultou na apreensão de dois coletes balísticos e drogas R.E.V.S., de 20 anos, foi preso pouco depois de voltar do Fórum da Comarca de Ipatinga onde foi assinar um termo junto à Justiça. Ele cumpre pena em regime aberto.

O sargento PM ia para a casa quando deparou com R.E. usando entorpecentes em via pública. O policial abordou o jovem, que havia desembarcado de um carro minutos antes, e acionou os colegas no 14º Batalhão. Os militares receberam também uma informação anônima indicando que o jovem escondia drogas em uma trilha, nas proximidades da residência de familiares, no distrito de Barra Alegre.

Com o apoio de cães da Rondas Ostensivas com Cães Adestrados (Rocca) os policiais foram ao local e localizaram coletes balísticos, diversos pinos vazios usados para acondicionar cocaína e duas porções de cocaína, além de presilhas plásticas usadas geralmente para amarrar vítimas de assalto. Os coletes e outros objetos estavam parcialmente enterrados no local denunciado.

Outra equipe da PM foi até onde mora R.E., na rua Vitória-régia, no bairro Esperança, onde foram encontradas porções de maconha e papel-seda usada para confecção de cigarros. O jovem, que voltava do Fórum da Comarca de Ipatinga, foi preso e encaminhado para a delegacia de Polícia Civil, para explicar a origem e destino do material apreendido.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO