Projeto do novo IML não morreu

Terreno para construção do IML de Ipatinga está em fase de lavratura de escritura

Wôlmer Ezequiel


Delegado regional acredita que a fase de documentação não deve ser demorada

A construção do prédio para o funcionamento do Instituto Médico-legal (IML) de Ipatinga pode ter um novo capítulo, em breve. Isso porque, conforme adiantado pelo delegado regional da Polícia Civil, Thiago Alves Henriques, com a doação do terreno por parte do município, a fase agora é de lavratura da escritura em nome do estado de Minas Gerais. A princípio, a prioridade deve ser para o IML, em razão da precariedade da estrutura atual, hoje situada nas dependências do cemitério Parque Senhora da Paz, no bairro Veneza II.

O delegado explica que os papéis, relativos ao terreno no Distrito Industrial, que poderá abrigar a estrutura das unidades de Polícia Civil, já estão em Belo Horizonte. “Já passamos pela vistoria e creio que essa parte de cartório não deve ser demorada. Depois dessa fase da documentação, vamos ter a de arrecadação de recursos e depois a construção.

Estamos terminando a primeira parte e otimistas de que conseguiremos os recursos junto à Vara de Execução do Judiciário de Ipatinga, também com os deputados federais e estaduais da região e via Estado, para conseguir esse valor, que gira em torno de R$ 1,5 milhão para construir esse prédio”, disse Thiago.

O IML de Ipatinga atende à regional, num total de 16 municípios. O delegado observa que a situação é difícil, com um posto médico em condições precárias. “Temos uma sala que está interditada pelo Corpo de Bombeiros, numa situação de risco e desmoronamento. O posto médico legal não está numa estrutura adequada e não consegue funcionar de madrugada ou à noite, o que leva ao acúmulo de serviço durante o dia. O médico legista faz, além da necropsia das pessoas que faleceram em razão de violência, exames de corpo de delito, lesão corporal e várias outras coisas que dependem de uma estrutura melhor. Além disso, tem a perícia criminal, que atende a essa região toda e que fará parte desse prédio novo também”, aponta.

Importância
Thiago Alves Henriques destaca o apoio do município, que contribuiu com a parte mais complexa: o terreno. “Agora precisamos manter essa corrente e somar esforços do Estado, do poder Legislativo, Judiciário, do próprio município e da sociedade geral, para fazermos esse projeto se tornar realidade. O posto médico atende a toda a região e, fatalmente, quase todo mundo um dia vai passar por lá. As pessoas que procuram o local tiveram um parente que acabou de falecer e estão numa situação difícil. Se ao chegarem por lá tiverem de se deparar com um prédio em ruínas, só piora a situação”, pondera.

Projeto
Em maio de 2017, foi na Câmara de Ipatinga que surgiu o Projeto de Lei 37/2017, que viabiliza a doação de terreno e construção de nova sede da Delegacia Regional de Polícia Civil, em Ipatinga. A matéria alterou a lei 3.341/2014, que autorizava doação do terreno, localizado próximo ao Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp), de Ipatinga, para construção de um novo Instituto Médico-Legal no município.

Com a mudança, no texto passa a constar “Unidades de Polícia Civil”, o que permite a construção da delegacia e também do IML. Conforme divulgado à época, a área doada no Distrito Industrial possui 2.806 metros quadrados para a construção do IML e, futuramente, da Delegacia Regional, que foi construída há mais de 40 anos e se encontra com espaços inadequados para comportar todo o efetivo da Polícia Civil e atendimento da população.

(Bruna Lage)
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO