Matadouro irregular é fechado pela PM de Meio Ambiente

Efluentes resultantes de abatedouro deixa vermelho um curso d'água em São João do Manhuaçu, na Zona da Mata

Divulgação PMMG


Curso d'água foi encontrado nessa cor, com o despejo de resíduos de matadouro clandestino

Policiais Militares do Batalhão de Polícia Militar de Meio Ambiente foram à zona rural do município de São do Manhuaçu para averiguarem denúncia segundo a qual um matadouro funcionava de forma clandestina e despejada em um curso d'água resíduos provenientes de abate de animais e da criação de porcos.

Ao chegarem ao local os policiais constataram irregularidades na captação de água, abate de animais sem o devido licenciamento ambiental e o lançamento de efluentes em curso d’água sem outorga e sem o devido tratamento.

As atividades do matadouro foram suspensas e o dono foi autuado em aproximadamente R$ 43.000. O Comandante da Polícia de Meio Ambiente em Manhuaçu, o Tenente Nazareno Rodrigues reforçou que antes de iniciar uma atividade como essa, há a necessidade de buscar licenças ambientais e sanitárias.

O oficial ressaltou que a comunidade pode contribuir para a preservação do meio ambiente e para com a fiscalização em empreendimentos, ligando para o telefone do Disque Denúncia Unificado 181 sem necessidade de se identificar.

Além de um veículo, também foi apreendida carne de animais já abatidos e que seriam levados para o mercado.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO