PC de Fabriciano prende condenado por matar prefeita de Nacip Raydan

Crime ocorreu em 2000 com a execução da chefe do executivo na frente da filha

Divulgação Polícia Civil


Jorge Ângelo foi localizado no bairro Floresta, em Coronel Fabriciano

Em operação desencadeada nesta quinta-feira (12), policiais civis de Coronel Fabriciano, comandados pelo delegado Washington Moreira, realizaram a prisão de Jorge Ângelo Dias de 77 anos, condenado pelo Tribunal de Justiça Minas Gerais (TJMG) pela morte da prefeita Maria Aparecida Vieira de Nacip Raydan, no Vale do Rio Doce, no ano 2000.

Na época dos fatos a vítima foi assassinada na frente de sua filha por um pistoleiro, quando seguia para o trabalho. Jorge foi sentenciado como responsável pelo crime.

Consta no processo que à época dos fatos, Jorge era o presidente da Câmara de Vereadores de Nacip Raydan, e teria encomendado a morte da vítima para assumir o cargo de prefeito. Na época não havia a existência de um vice-prefeito ocupando o posto, além da disputa política envolvendo duas famílias que se alteravam no poder.

Após anos de tramitação na Justiça, a decisão de condenação transitou em Julgado no Tribunal de Justiça de Minas Gerais, e Jorge recebeu a condenação de 17 anos de prisão.

Após as investigações, que contaram com o auxílio de outras delegacias da Polícia Civil, o condenado foi encontrado no bairro Floresta, Coronel Fabriciano.

Jorge foi encaminhado para exame de corpo de delito e em seguida foi encaminhado para o sistema prisional para dar início ao cumprimento da sua pena.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO