Athletico vence Inter e sai em vantagem na final da Copa do Brasil

Rubro-Negro contou com a Arena da Baixada lotada e com gol de Bruno Guimarães para triunfar em jogo de ida da decisão

Ricardo Duarte/Internacional


Athletico Paranaense venceu o Internacional por 1 a 0, em jogo de ida da final da Copa do Brasil de 2019

O Athletico Paranaense saiu em vantagem na grande final da Copa do Brasil 2019. Jogando para uma Arena da Baixada pulsante, o Rubro-Negro derrotou o Internacional pelo placar mínimo, com gol de Bruno Guimarães, e saiu na frente pelo título.

Furacão e Colorado voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (18), desta vez no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. Qualquer empate dá o caneco para o Athletico, enquanto uma vitória simples para o Internacional leva a disputa para os pênaltis.

O jogo

Apoiado por uma Arena da Baixada lotada, o Athletico tomou conta das ações no início da partida. Com uma posse de bola muito superior ao do Internacional, o Rubro-Negro pressionou e criou as melhores oportunidades. Aos sete minutos, Rony recebeu ótimo lançamento e saiu na cara do gol, mas o goleiro Marcelo Lomba saiu do gol e ficou com a bola. Seis minutos depois, novamente Rony. Desta vez, o atacante aproveitou rebote da zaga e bateu com força, mas viu a bola sair ao lado do gol colorado.

A primeira chance real do Inter aconteceu aos 21 e saiu dos pés de Nico López. Em boa tabela entre Nico López, D’Alessandro e Edenílson, a bola terminou nos pés do jogador uruguaio, que bateu, mas sem força, não dando muito trabalho para o goleiro Santos defender. Cinco minutos mais tarde, foi a vez de Uendel arriscar de longe, um foguete, mas o camisa 1 athleticano preferiu não correr riscos e espalmou para escanteio.

Após a metade do primeiro tempo, os times deixaram o volume de jogo cair um pouco e passaram a criar menos oportunidades. Com isso, as equipes terminaram a etapa inicial em igualdade, com o placar zerado.

No segundo tempo, o Inter passou a sair mais para o jogo e foi o primeiro a criar uma grande oportunidade. Aos oito, Edenílson recebeu boa bola na direita da área, avançou e bateu com força. A bola desviou na defesa e passou raspando a trave do goleiro Santos.

Quatro minutos depois, no entanto, foi o Furacão quem finalmente balançou as redes. Em boa jogada coletiva do Rubro-Negro, Marco Ruben deu ótimo passe para Bruno Guimarães na entrada da área. O volante bateu de primeira, no alto, sem chances para Marcelo Lomba. Athletico em vantagem por 1 a 0 e Arena da Baixada incendiada.

Com o jogo bem disputado, os donos da casa tiveram uma grande oportunidade de ampliar o marcador. Rony fez grande jogada, puxou da esquerda para o meio e saiu de cara para Marcelo Lomba. O atacante encheu o pé, mas o camisa 12 fez uma defesaça e salvou o Colorado.

Do outro lado, foi Wellington quem salvou no último instante. Após cruzamento na área e bate-rebate na defesa rubro-negra, a bola sobrou limpa para Rodrigo Lindoso dentro da pequena área. Na ‘hora H’, o capitão do Furacão conseguiu desarmar o volante do Inter, com a bola sobrando para Santos. Com isso, a partida seguiu com a vitória paranaense até o apito final.

(CBF)
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO