Atlético fica com dez no primeiro tempo e perde no Rio de Janeiro

Agência Galo / Clube Atlético Mineiro


Em partida válida pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético perdeu por 2 a 1 para o Botafogo, neste domingo, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. O gol do Galo foi marcado pelo argentino Di Santo.

O time da casa abriu o placar no primeiro tempo em lance muito duvidoso marcado pelo árbitro Bráulio da Silva Machado (Fifa-SC), que assinalou toque de mão de Igor Rabello na barreira e expulsou o zagueiro atleticano.

Classificação - Com o resultado, o Atlético permaneceu com 27 pontos e terminou a rodada em 8º lugar na tabela.

Próximo jogo - Na 19ª rodada, a última do primeiro turno, o adversário será o Internacional, às 11h do próximo domingo (15/9), na Arena Independência.

O JOGO

O Atlético teve a primeira boa chegada no cruzamento de Fábio Santos pela esquerda, cortado pela defesa botafoguense. Aos 12 minutos, Cazares levou enorme perigo em arremate de fora da área e a bola saiu à direita do gol.

Depois do cruzamento de Fábio Santos pela esquerda, aos 25 minutos, Ricardo Oliveira quase marcou de cabeça, mas Cavalieri fez a defesa e a bola saiu rente à trave. No lance, a arbitragem se equivocou e marcou tiro de meta para a equipe carioca.

O goleiro Wilson fez boa defesa aos 29 minutos, em chute de Marcinho. Aos 33, Jair se contundiu e deixou o campo para a entrada de Zé Welison.

Em boa chance alvinegra, aos 37, Chará recebeu bom passe de Cazares, foi à linha de fundo pela esquerda e tocou para trás, mas Ricardo Oliveira acabou passando pela bola.

Aos 44 minutos, após cobrança de falta do Botafogo, o árbitro Bráulio da Silva Machado (Fifa-SC) marcou toque no braço de Igor Rabello, que estava na barreira, em lance bastante duvidoso, e ainda expulsou o zagueiro atleticano, que recebeu o segundo cartão amarelo. Diego Souza fez a cobrança e abriu o placar para os donos da casa.

Para recompro a defesa, o técnico Rodrigo Santana substituiu Ricardo Oliveira por Leonardo Silva.

O Atlético quase conseguiu a reação ainda na etapa inicial, aos 48, em boa tentativa de Vinicius, chutou colocado de fora da área e exigiu boa defesa de Diego Cavalieri.

No SEGUNDO TEMPO, o Galo teve a primeira boa oportunidade aos seis minutos, quando Cazares sofreu falta perto da área. Ele mesmo cobrou e Diego Cavalieri fez a defesa. Dois minutos mais tarde, Cazares cobrou escanteio pela esquerda, Leonardo Silva conseguiu desviar de cabeça na primeira trave e a bola pegou na trave.

O Botafogo amaçou com Luiz Fernando e o goleiro Wilson saiu bem do gol para interceptar a jogada. Aos 14 minutos, Patric levantou a bola na área e Vinícius cabeceou para fora.

Aos 20 minutos, em lance de contra-ataque, Alex Santana fez 2 a 0 para o Botafogo. Cazares tentou diminuir para o Galo em chute da entrada da área, mas a bola desviou em Benevenuto.

Após cobrança de escanteio pela direita, aos 26, Réver subiu mais que a zaga e cabeceou para fora. No ataque seguinte, Patric tentou de cabeça e Cavalieri fez a defesa.

Aos 31, em grande chance, Chará recebeu passe de Cazares, dominou a bola e concluiu por cima do gol. Em seguida, o colombiano foi substituído por Di Santo.

Aos 46, Di Santo fez boa jogada pela esquerda, Cazares rolou a bola na entada da área e Elias chutou para a defesa de Cavalieri. No minuto seguinte, Leonardo Silva cruzou pela direita, Vinícius desviou de cabeça e Di Santo diminuiu para o Galo.

O Atlético ainda tentou em cruzamentos pela direita, mas não conseguiu o gol de empate.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 2 x 1 ATLÉTICO
Competição: Campeonato Brasileiro
Rodada: 18ª
Data: 06/09/2019 (domingo)
Gols: Diego Souza (44' / 1ºT), Alex Santana (20' / 2ºT), Di Santo (46' / 2ºT)
Estádio: Nilton Santos
Cidade: Rio de Janeiro (RJ)
Cartões amarelos: Réver, Igor Rabello, Fábio Santos (Atlético); Joel Carli, Fernando, Marcelo Benevenuto, Luiz Fernando (Botafogo)
Cartão vermelho: Igor Rabello (Atlético)

Botafogo
Diego Cavalieri; Fernando (Gustavo Bochecha), Joel Carli, Marcelo Benevenuto, Gilson, Alex Santana, João Paulo (Leonardo Valência), Cícero, Marcinho, Luiz Fernando e Diego Souza (Vinícius Tanque).
Técnico: Eduardo Barroca.

Atlético
Wilson; Patric, Réver, Igor Rabello, Fábio Santos, Jair (Zé Welison), Elias, Cazares, Vinícius, Chará (Di Santo) e Ricardo Oliveira (Leonardo Silva).
Técnico: Rodrigo Santana.

Equipe de arbitragem:

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (Fifa-SC)
Árbitro Assistente 1: Kleber Lucio Gil (Fifa-SC)
Árbitro Assistente 2: Henrique Neu Ribeiro (AB-SC)
Quarto Árbitro: Daniel de Sousa Macedo (CD-RJ)
Árbitro de Vídeo: Jean Pierre Goncalves Lima (AB-RS)
Assistente de Árbitro de Vídeo 1: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (AB-PB)
Assistente de Árbitro de Vídeo 2: Carlos Berkenbrock (MTR-SC)
Observador de VAR: Giulliano Bozzano (CBF-MG)
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO