Dia da Pátria em Coronel Fabriciano

Solenidade cívica dos 197 anos Independência do Brasil também teve como destaque os 70 anos de emancipação do município


A história de Coronel Fabriciano – desde os tempos do Calado passando pelos pioneiros que ajudaram na construção das primeiras escolas, hospital, igrejas e bairros até as recentes conquistas – foi levada à avenida Magalhães Pinto, no Desfile Cívico de 7 de Setembro. Cerca de três mil pessoas assistiram a solenidade que teve como o tema “Coronel Fabriciano – 70 anos. A história em Novos Tempos”.

“O Sete de Setembro não é apenas comemorar uma data cívica, cumprir o calendário escolar. É um momento de fortalecer o nosso nacionalismo e, em Fabriciano, resgatar e valorizar a história da nossa cidade, reconhecer e comemorar as conquistas e avanços recentes. Nossa gente tem presenciado uma cidade em movimento com investimentos em saúde, educação, infraestrutura, assistência social, limpeza pública, mobilidade urbana. São novos tempos que resgatam a dignidade de um povo e o orgulho”, enfatizou o prefeito Marcos Vinicius, que acompanhou o desfile ao lado da esposa, Stella Bizarro e autoridades da cidade e região.

O hasteamento das bandeiras, desta vez, foi conduzido por alunos da rede municipal. Eles foram sorteados de forma a representar os diferentes períodos letivos. Foram eles: Vitor Dias Manuseto, do CMEI Sonho de Criança; Gabriele Cristina Coelho, aluna do 7º período da E. M. Vereador Nicanor Ataíde e Maria das Graças Almeida, aluna da Educação de Jovens e Adultos da E. M. Raimunda Coura. Eles estavam acompanhados dos familiares. A execução do Hino Nacional ficou por conta da Corporação Musical Nossa Senhora Auxiliadora.

O desfile também foi destaque em número de instituições participantes. Cerca de 3 mil pessoas de 59 instituições prestaram homenagem ou contaram algum capítulo importante dos 70 anos da cidade. “É tradicional a presença das escolas municipais e estaduais, clubes de serviços, Polícias Militar e Civil e Corpo de Bombeiros. Mas foi uma grata surpresa a grande procura de empresas e grupos interessados em desfilar no 7 de Setembro”, revela o Secretário de Governança Educacional, Carlos Alberto Serra Negra.

Riquezas naturais e culturais

Além do resgate da história da cidade, as instituições lembram as riquezas naturais, patrimônios e manifestações culturais da cidade. Destaque para as belezas da Serra dos Cocais; o grupo de Marujos dos Cocais, que fez várias apresentações durante o trajeto; fotos históricas e réplicas de patrimônios tombados como a igreja Matriz de São Sebastião, Colégio Angélica, Casa Paroquial e até o legado de Dom Lelis Lara, percursor da educação na cidade.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO