Dois presos com quase 50 pedras de crack em Ipaba

Denúncia indicou residência onde estaria ocorrendo o tráfico de drogas ilícitas na cidade

Divulgação Polícia Militar


As 45 pedras de crack apreendidas pela Polícia Militar na cidade de Ipaba

Uma operação da Polícia Militar realizada em Ipaba, no fim da noite desta quarta-feira (4), resultou na apreensão de quase 50 pedras de crack na rua Benedito José de Souza, no Centro de Ipaba. Duas pessoas foram presas, A.C.J., de 36, e J.V.C.S., de 25 anos, ao serem flagrados com a droga durante a abordagem à residência denunciada.

As equipes da PM receberam uma denúncia feita ao telefone 181 (Disque-Denúncia Unificado) onde um informante revelou o endereço de uma casa seria usada como ponto de tráfico de drogas ilícitas. Os policiais desencadearam uma operação e cercaram a residência, pois a movimentação da venda ocorria principalmente à noite.

O morador, A.C., foi chamado pelos PMs assim que a residência já se encontrava cercada. Ele e J. foram ver quem estava chamando, mas se assustaram com a presença dos policiais. Os dois voltaram para o interior do imóvel. Os militares viram A.C. jogando algo, pela janela lateral, sobre o telhado de uma igreja vizinha.

Os policiais abordaram os dois suspeitos e A. negou que tivesse algo ilícito com ele, bem como ter jogado qualquer objeto sobre o telhado, apesar toda a situação ter sido presenciada pelo sargento Marlon Martins. Na casa encontrado apenas um cartucho de calibre 22, mas os policiais conseguiram uma escada e recolheram sobre a igreja uma sacola contendo em seu interior 45 pedras de crack.

Em poder de A. apreendida a quantia de R$ 187 e joias. Com a descoberta da droga, ele teria assumido ser o dono do entorpecente recolhido sobre o telhado da igreja. Já J. alegou ser cabeleireiro e usuário de entorpecente. Ele afirma ter ido à casa para cortar o cabelo de A., recebendo como pagamento pelo trabalho uma pedra de crack, droga usada pouco antes da chegada dos policiais. Os dois foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO