Moto e carro colidem em avenida de Coronel Fabriciano

Colisão entre os dois veículos foi filmada por uma câmera de segurança nas proximidades do acidente de trânsito

Enviada para o WhatsApp Portal Diário do Aço


A moto atingiu a lateral esquerda do carro em colisão ocorrida em Fabriciano

Um acidente grave registrado por uma câmera de segurança na tarde desta segunda-feira (2) na avenida Magalhães Pinto, no bairro Olaria, em Coronel Fabriciano. A colisão de uma moto e um carro deixou ferida a Eliana Ferreira da Silva, de 33 anos, que se encontrava na motocicleta envolvida na batida contra o Hyundai Azera de Silvani Albeny Pizani Bragança, de 55 anos.

A colisão ocorreu por volta das 14h30, conforme informações de testemunhas arroladas pela Polícia Militar. Eliana pilotava a moto Honda CG Fan pela avenida Magalhães Pinto, momento que saiu da rua Antônio Santiago o Azera de Silvani. A motociclista não teve como evitar a colisão e foi lançada sobre o canteiro central da avenida.

As duas condutoras alegaram a mesma versão para a Polícia Militar que o sinal estava verde para as duas no semáforo existente no cruzamento das vias. Uma filmagem de uma câmera de segurança poderá ajudar a elucidar quem estava errado, pois ela flagrou todo o momento da colisão entre os dois veículos.

Eliana se queixava de dores no ombro direito e foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros Militar. A motociclista foi encaminhada para o Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga, depois de ser imobilizada. O caso foi registrado pela Polícia Militar e encaminhado para a delegacia de trânsito apurar a situação.

Reprodução

O momento que a moto colide contra o Azera
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO