Edital Orquestra de Minas

Procura-se entidade para gerir Orquestra Filarmônica e seus espaços

Uma orquestra reconhecida internacionalmente, com uma das melhores salas de concerto do mundo, em um dos centros culturais mais belos do Brasil. Estes atributos definem a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, a Sala Minas Gerais e o Centro de Cultura Presidente Itamar Franco, essenciais para a difusão da música sinfônica e de concerto no estado.

ACS Secult/MG


Filarmônica de Minas já interpretou 975 obras clássicas
Para dar continuidade à política pública de fomento à formação de público e à cultura musical de orquestração, a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), em parceria com a Codemge, lança o Edital Orquestra de Minas.

A iniciativa visa selecionar uma entidade sem fins lucrativos para desenvolver atividades culturais por meio da gestão da Orquestra Filarmônica, da sala de concerto e das áreas comuns do complexo cultural.

Serão destinados aproximadamente R$ 17 milhões ao ano, durante quatro anos, para a organização social selecionada. O contrato de gestão terá início em janeiro de 2020 e encerramento em dezembro de 2023.

O edital está disponível em www.cultura.mg.gov.br e as inscrições podem ser realizadas de 4 a 10 de outubro.

De acordo com o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Marcelo Matte, o edital vai permitir a continuidade da política pública e a manutenção das atividades artísticas e operacionais da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.

“Mesmo com a crise financeira e fiscal vivida pelo estado, temos o compromisso de manter as políticas estruturantes e é isso que estamos fazendo ao lançar editais como o Museu Seguro, do Fundo Estadual de Cultura e esse da Filarmônica.

O edital Orquestra de Minas permitirá à Filarmônica manter um corpo artístico de excelência e se consolidar como uma das melhores orquestras em atividade, levando o nome de Minas Gerais aos quatro cantos do mundo”, avalia o secretário.

O edital contempla a difusão da música sinfônica e de concerto, trabalhos voltados à formação de público, fomento de novos talentos em regência, criação e interpretação musical. Além disso, o contrato prevê ações que revertam a desigualdade sociocultural do público, por meio da oferta de concertos gratuitos.

A Orquestra Filarmônica de Minas Gerais recebeu, entre 2008 e 2018, mais de 1 milhão de espectadores e interpretou 975 obras de grandes nomes da música mundial.

Em dez anos, promoveu 104 concertos em turnês estaduais, 38 concertos em turnês nacionais e cinco em turnê internacional. Além disso, foram produzidos mais de 160 web filmes, 13 deles com áudio descrição, livros, DVDs didáticos e sete CDs.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO