Relembrando Roque Santeiro

Trama da Viúva Porcina e Sinhozinho Malta é uma novela que vale a pena ver de novo

O público e a crítica consideram “Roque Santeiro” uma das grandes obras do escritor e novelista Dias Gomes. Os personagens de Lima Duarte e Regina Duarte ainda são lembrados pelo povo nas ruas, 30 anos depois de sua exibição original.

A trama tinha como destaques a fogosa Viúva Porcina (Regina Duarte) e Sinhozinho Malta (Lima Duarte), e foi ao ar de 24 de junho de 1985 a 22 de fevereiro de 1986, com 209 capítulos.

Arquivo GB Imagem


Em ?Roque Santeiro?, Lima Duarte e Regina Duarte interpretaram Sinhozinho Malta e Viúva Porcina
Devido ao enorme sucesso que a novela alcançou, chegando a incríveis 98 pontos no Ibope, “Roque Santeiro” foi reprisada duas vezes na tela da Globo, a primeira em 1991, na “Sessão Aventura”, e a segunda em 2000, no “Vale a Pena Ver de Novo”. E para a alegria dos fãs, a saga da Viúva Porcina e Sinhozinho Malta foi exibida também no canal pago Viva.

A história de “Roque Santeiro” teve como cenário a cidade fictícia de Asa Branca, um lugar que reunia características e personagens de diversas regiões do Brasil.

Na trama, o coroinha Luiz Roque Duarte (José Wilker), conhecido como Roque Santeiro por sua habilidade em modelar santos, morreu logo após o casamento com a misteriosa Porcina, ao enfrentar os capangas do bandido Navalhada (Oswaldo Loureiro).

Santificado pelo povo, que lhe atribuía milagres, tornou-se um mito e fez prosperar a cidade ao redor da sua história de heroísmo. Só que Roque não estava morto e volta à cidade, ameaçando por um fim ao mito.

Sua presença levou ao desespero o Padre Hipólito (Paulo Gracindo), o prefeito Florindo Abelha (Ary Fontoura) e o comerciante Zé das Medalhas (Armando Bogus), maior explorador do santo.

Mas o grande prejudicado foi Sinhozinho Malta, o todo-poderoso fazendeiro que viu ameaçado o seu romance com a "viúva" Porcina, que nunca foi casada com Roque e sempre viveu à sombra de uma mentira articulada por Malta, para fortalecer o mito e tirar vantagens pessoais. “Roque Santeiro” é uma novela que, com certeza, vale a pena ver de novo!
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO