Curadora encanta no Musica Brasilis

Musicista e pesquisadora detalhou exposição no Arte em Família, que vai até sábado

Welington Silveira/Divulgação


Rosana Lanzelotte criou o projeto Musica Brasilis há 10 anos
A tarde do último sábado (24) foi marcada por uma aula sobre os cinco séculos da música brasileira, no evento Arte em Família, no Centro Cultural Usiminas.

Cerca de 60 participantes, incluindo famílias e integrantes do Coral da Associação dos Aposentados de Ipatinga (AAPI), participaram do bate-papo com a curadora da Exposição Musica Brasilis, Rosana Lanzelotte.

Rosana conduziu os participantes em uma visita guiada à Exposição Musica Brasilis, detalhando o processo de pesquisa que originou o projeto que resgata e difunde os repertórios brasileiros de todos os tempos e gêneros, com ênfase na criação mineira.

“Há 10 anos, buscamos partituras de compositores que marcaram os 500 anos de música no país como forma de valorizar e apresentar esse legado da nossa cultura à todos”, disse ela.

Welington Silveira/Divulgação


Visitantes conheceram a exposição com a mediação da curadora
“Em Ipatinga, foi incrível poder trocar experiências com amantes da música de todas as idades,”, disse Rosana, que emocionou a todos tocando o cravo do século 17, uma das peças da Exposição Musica Brasilis.

Música em família
Estudante de piano há dois anos, Daniel Nunes, de oito anos, aproveitou o momento para experimentar tocar o cravo e tirar dúvidas sobre a música clássica.

“É um presente, esse aprendizado com Rosana. Estou muito feliz, pois ela vai me ajudar a conseguir as partituras mais difíceis de serem encontradas”, contou o estudante.

“Daniel se dedica aos estudos de música e à escola. Ele disse que trocaria uma viagem à Disney por uma visita a Exposição Musica Brasilis”, revelou Amelina Nunes, mãe de Daniel e Miguel, de 4 anos, que visitou a exposição cerca de cinco vezes com a família.

Welington Silveira/Divulgação


O coral da AAPI abriu o Arte em Família no Musica Brasilis
A psicóloga Maiara Barros Domingos acompanha a programação do Arte em Família para incentivar os filhos Júlia, de sete anos, e André, de três, a terem contato com cultura.

“Para as crianças, este momento têm sido muito rico. Eles aprendem sobre a arte se divertindo. Júlia, por exemplo, toca flauta na escola, e está encantada com os apitos indígenas. André está curioso com a maior parte dessa exposição”, comentou.

Musica Brasilis
Em exibição na Galeria Hideo Kobayashi do Centro Cultural Usiminas, em Ipatinga, até sábado (31), a exposição é realizada pelo projeto Musica Brasilis, do Rio de Janeiro. Ipatinga é a sexta cidade a receber a exposição, que tem entrada gratuita.

Welington Silveira/Divulgação


Daniel Nunes, estudante de piano, tocou cravo pela primeira vez
Os visitantes contam com auxílio dos monitores da Ação Educativa do Instituto Usiminas e também tem tradução em libras para atendimento às demandas especiais.

As visitas monitoradas geram momentos de diálogo e inserção das obras em contextos possíveis, dando acesso e subsídios para que o público conheça e reflita sobre arte e o universo em que ela ocorre.

SERVIÇO:
Exposição Música Brasilis
Até 31 de agosto - sábado
Galeria Hideo Kobayashi - Centro Cultural Usiminas
Aberto à visitação das 10 às 21h

Informações e agendamento escolar: (31) 3824-3731 e 3822-2215
Para professores: http://musicabrasilis.org.br/exposicao/caderno-mediacao
Entrada gratuita – Classificação: Livre para todos os públicos.
O Arte em Família integra a Ação Educativa do Instituto Usiminas.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO