TJMG restabelece decisão sobre rejeição de contas de Lila

Conforme o advogado especialista em Direito Público, Denner Reis, houve uma rejeição de contas por parte da Câmara, onde foram identificados pontos graves

Wôlmer Ezequiel


Contas do ex-prefeito, referentes ao ano de 2003, foram rejeitadas pela Câmara de Antônio Dias

O ex-prefeito de Antônio Dias, William Robson Marques Fraga, o Lila (Pros), teve uma decisão desfavorável no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Conforme acórdão publicado na sexta-feira (23), o Tribunal restabeleceu a decisão da Câmara daquele município, que reprovou, em outubro de 2013, as contas de Lila, referentes ao exercício de 2003. Ainda há prazo para recurso, mas o político precisaria de uma concessão de efeito suspensivo para cessar os efeitos de tal decisão. Permanecendo essa situação, o ex-prefeito estará inelegível por até oito anos.

Conforme o advogado especialista em Direito Público, Denner Reis, houve uma rejeição de contas por parte da Câmara, onde foram identificados pontos graves. “A partir daí, Lila questionou essa decisão e que foi suspensa pelo juiz da fazenda pública da Comarca de Coronel Fabriciano. Porém, na semana passada, o Tribunal, no julgamento do mérito do recurso, cassou a sentença do juiz e o julgamento do Legislativo de Antônio Dias foi restabelecido. Hoje, temos uma situação hipotética de inelegibilidade para uma futura candidatura de Lila. Isso porque a rejeição na Câmara, com as modificações da lei da ficha limpa, deixa o político inelegível por oito anos”, explicou.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

João Alberto 25 de Agosto, 2019 | 09:23
Ele está sendo condenado pela JUSTIÇA, não por adversários , com certeza, Deus é justo, esta fazendo justiça!
João Alberto 25 de Agosto, 2019 | 00:17
Assaltou o município com seu bando por muito anos, Deus abençoe que fique inelegível, para o bem da cidade, o resto da vida , prefeito ladrão!!!
Ly 24 de Agosto, 2019 | 12:38
Pura politicagem.
Mas Deus e justo.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO