Ipaminas celebra 60 anos de história

Fundado como um time de futebol, instituição possui moderna estrutura e marcantes eventos para os associados

No mês de agosto, o Ipaminas Esporte Clube completa 60 anos de atividades. Com uma estrutura física imponente e centenas de associados, a instituição tem seu nome entre os grandes do Vale do Aço. O atual presidente, Nilson Pereira Gomes, diz se orgulhar de fazer parte dessa história e vê o clube num novo momento, mais aberto à comunidade e focado em ser cada vez melhor para seu associado.

Wôlmer Ezequiel


Nilson Pereira Gomes é o atual presidente do Ipaminas
Conforme explica Nilson Gomes, a data de fundação é 29 de agosto de 1959. Ao longo dos anos, diversas pessoas passaram pela diretoria do clube, cada um com sua contribuição. “É uma responsabilidade, um clube desse tamanho, com uma história gigantesca. O sócio paga e quer ver alguma coisa em troca do condomínio, porque quer ter qualidade. Temos de prestar contas de tudo e, se o Ipaminas chegou até onde está, é também graças a essa organização. Todos os presidentes tiveram de informar seus atos. Isso é muito bom e não é diferente de nenhuma empresa. Trabalhamos juntos e tem dado certo, sempre ao lado do associado”, destaca.

Sócios e atividades
O clube, situado na rua Graciliano Ramos, no bairro Cidade Nobre, possui 706 sócios cotistas, 10 contribuintes e um sócio benemérito. Para o presidente, “esta é uma família inserida na comunidade de Ipatinga”. Em que pese muitas pessoas passarem pelo local e não conhecerem a estrutura do clube, a diretoria tem feito esforços para dar mais abertura àqueles que não têm ligação direta com a instituição.

“Temos aberto as portas para as crianças carentes, feito bingos solidários e disponibilizando também para a comunidade Senhor do Bonfim, que são nossos vizinhos. Isso para ajudar e sermos ajudados, porque a presença dessas pessoas aqui dentro faz com que tenham interesse em comprarem cotas. Mas há seis meses não temos uma para vender; quando o sócio vende, o faz para alguém próximo”, relata.

Os eventos são importantes para o clube e fazem a festa de quem frequenta o local. “Temos uma sexta-feira dedicada às crianças. É uma forma de agradar também aos pais, que as acompanham. Num clube social, a tendência é virar de terceira idade se não fizermos investimentos para participação das pessoas e das mulheres, que são muito importantes, por exemplo. Nossa diretoria tem quatro mulheres, tenho minha vice, a Beth (Maria Elisabeth Nogueira), elas brilham com suas ideias e carisma e são fundamentais”, avalia Nilson Pereira Gomes.

Wôlmer Ezequiel


Clube é um dos mais tradicionais da região e consolidou seu nome ao longo de 60 anos de atividades
Em uma estrutura com campos de futebol, sauna, piscina, quadra de tênis e poliesportiva, além dos espaços de locação, o Ipaminas Esporte Clube tem nome forte. “E um de nossos atrativos é a realização de bailes”, destaca o presidente. “Resgatamos essa prática em grande estilo. Hoje damos mesa para o associado, que só investe em seu consumo. Isso para as pessoas divertirem e gostarem. Baile sempre foi nossa tradição. O Ipaminas é uma associação dentro de uma comunidade, a qual respeitamos. Nesses 60 anos, temos crescido e buscado a renovação. As pessoas procuram por cotas, mesmo o valor não sendo baixo, isso porque entendemos que elas não querem apenar nadar e ir embora, mas sim interagir. Então, deixamos aqui um legado, de um lugar de gente feliz”, celebra.

Desafio
O presidente aponta que o clube tem que inovar e esse é o grande desafio. “O que era bom há dez anos hoje não é mais. O Ipaminas tem que caminhar nessa trilha que traçamos, para conseguir manter-se e evoluir. Hoje temos previsão orçamentária e isso é tudo. É preciso trabalhar dentro desse orçamento pra ter uma gestão equilibrada. Qualquer clube ou empresa precisa disso: equilibrar receita e despesa. Temos de ter um gerenciamento correto. Temos locações de salões de festa, inauguramos mais um salão, que é direcionado para festas de crianças. Estamos num bairro grande e temos perspectiva de que irá trazer renda para o Ipaminas, para continuar nessa trajetória bacana. Queremos entregar o clube melhor ainda. Cada diretoria tem deixado alguma coisa que melhore e busque alternativas para sobrevivência nesse mercado, que muda de hora em hora”, detalha.

Time de futebol deu nome ao clube
Reprodução


Registro antigo de uma das formações do time do Ipaminas

O clube começou como um time de futebol e tinha sede no Centro de Ipatinga. A história do Ipaminas Esporte Clube teve início no dia 29 de agosto de 1959, durante uma reunião de personalidades que comandavam a nova equipe de futebol da então Vila Ipatinga. Essa reunião contou com presenças ilustres, dentre outros: João Batista de Menezes, Jair Messina, Geraldo Zarga Aragão, Walter Carvalho, Edgard Boy Rossi, José Carvalho, Romero Santos Vale, Antônio Portela e Domingos Anício. 

Conhecido em toda a região pelos seus grandes feitos no Campeonato Municipal e nos amistosos em cidades vizinhas, faltava ao Ipaminas espaço físico adequado. A pequena sede social ao lado do campo de futebol já não comportava mais o crescimento do clube. O caminho seria, e foi, a construção de uma sede, com piscinas, quadras, campos de futebol, seguindo uma tendência de outros clubes da região. O pequeno bar, também anexo ao campo de futebol, no Centro, que servia de ponto de encontro para longas conversas, planejamento de ações de todos os setores da comunidade ipatinguense, também já não comportava mais a grandeza do Ipaminas.

“E esse time deveria ser forte, porque prevaleceu por algum tempo, de 1959 até 1976, só com a equipe de futebol. Perceberam que o Centro não atendia mais a necessidade de um clube social. Pedro Linhares e Mário Lúcio compraram uma quadra e foram para o Cidade Nobre, foi uma visão que tiveram e parabenizamos, porque se deixasse onde estava, talvez teria acabado, não haveria mais Ipaminas. Construíram um clube social, depois vieram os que construíram os muros, e depois uma sede moderna. Isso alavancou o clube para chegar a 60 anos. Esses olhos de diretores e presidentes que passaram, de conselheiros e do próprio associado, que nos ajudam com ideias, fizeram do clube o que é hoje e somos muito gratos”, reconhece Nilson Gomes.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Glaudstom 27 de Agosto, 2019 | 06:45
Parabéns IPAMINAS! Sempre buscando o crescimento estrutural e social. Destaca-se que num momento de crise, o clube inaugura após 60 anos, novas áreas de entretenimento para uso do sócio e comunidade, garantindo a sua sustentabilidade. O IPAMINAS continua melhorando a cada gestão, parabéns Nilson, equipe e demais associados em acreditarem e apoiarem.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO