Sorteio define 120 suplentes para o residencial Nova Esperança

Inicialmente, conforme o governo municipal, o cadastro para concorrer às unidades habitacionais do PMCMV no município registrou 5.895 pessoas, mas 262 foram logo desclassificadas

Secom-PMI


Candidatos a ocupar apartamentos do Programa Minha Casa, Minha Vida foram conhecidos entre 5.321 pessoas cadastradas

Os nomes de outras 120 pessoas de baixa renda candidatas a ocuparem os 240 apartamentos construídos no bairro Nova Esperança, pelo Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV), foram conhecidos na noite de terça-feira (20), em sorteio público realizado na Escola Municipal Artur Bernardes, no bairro Canaã, em Ipatinga.

Os contemplados neste novo sorteio, como os demais conhecidos em novembro de 2018, são submetidos a análises pela Caixa Econômica Federal, sendo a instituição financeira a responsável exclusiva pela classificação ou desclassificação dos pretensos moradores.

Conforme a administração municipal, o sorteio contou com a presença do prefeito, representantes do Legislativo e da sociedade civil organizada, sendo acompanhado de perto e fiscalizado também por lideranças de alguns dos principais conselhos da cidade.

Critérios

Inicialmente, conforme o governo municipal, o cadastro para concorrer às unidades habitacionais do PMCMV no município registrou 5.895 pessoas, mas 262 foram logo desclassificadas, por não atenderem ao limite da renda familiar de R$ 1.800, o que fez a lista se reduzir a 5.633. Nesta terça-feira, os 120 suplentes foram sorteados num universo de 5.321 pessoas cadastradas, porque foram subtraídos deste total remanescente também os 312 sorteados em novembro.

O prefeito Nardyello Rocha lembrou que muitos outros moradores ainda poderão ser contemplados. “O atual governo mantém ativo o cadastro e ainda temos outras 1.152 unidades habitacionais a serem entregues, sendo quase a metade já em construção. São mais 496 apartamentos para a rua Ilhéus (bairro Planalto), 160 para a rua Teresina (bairro Veneza) e outros 496 para o chamado conjunto Passatempo (na região do Distrito Industrial). Quem está inscrito, continua com chances”, ressaltou.

Histórias

Uma das novas contempladas, Jandira Alves, de 53 anos, moradora do bairro Canaã, contou que seguiu para o local do sorteio porque teve um bom presságio. Alguma coisa lhe dizia que talvez fosse o momento de estar entre os felizardos. Então, deixou sozinho em casa o pai, de 91 anos, que hoje tem apenas 5% da visão. “Foi também um presente para ele, que faz aniversário na próxima terça-feira, 27 de agosto”, contou ela, que é professora de matemática e é mãe de um rapaz de 16 anos, residindo no município praticamente desde o primeiro ano de vida, há 52 anos.

Outra sorteada, Maria Nadege Gonçalves Lopes, de 55 anos, do bairro Canaãzinho, é diarista há mais de cinco anos, mas contou ter trabalhado por muito tempo catando material reciclável nas ruas. Ela diz que veio de Governador Valadares para o Vale do Aço e a casa própria é um sonho de toda a vida. Mãe de duas filhas casadas, o marido é ajudante de pedreiro e a renda é insuficiente para bancar a compra de um teto.

A doméstica Maria Madalena Rodrigues Gonzaga, de 60 anos, veio de Abre Campo, na Zona da Mata, e quase não acreditou quando ouviu seu nome ser sorteado. Revelou que mora em Ipatinga há 15 anos, tendo ainda junto dela um neto de 18 anos. “Pago R$ 600 de aluguel e não tem sido fácil sobreviver”, comentou, emocionada.

Os apartamentos

O residencial Nova Esperança é composto de 15 blocos, cada um com 16 apartamentos. As moradias têm área de 40 metros quadrados, com dois quartos, sala conjugada com copa, cozinha conjugada com área de serviço e banheiro, além de área social, estacionamento e guarita de entrada. Com ponto de ônibus na porta, o local fica próximo de outros serviços públicos oferecidos como creche, escola e unidade básica de saúde.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO