TJMG anuncia investimento de R$ 19 milhões nas Apacs do Estado

Conforme o governo, Minas Gerais é o estado que mais possui Apacs, com 83 unidade

Marco Evangelista/Imprensa MG


Governador e representantes dos poderes assinaram protocolo de intenções em apoio às Apacs em Minas

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, assinou na terça-feira (20), em Belo Horizonte, junto a outros chefes dos poderes, protocolo de intenções com objetivo de apoiar a construção, reforma e fiscalização das Associações de Proteção e Assistência aos Condenados (Apacs) de Minas. O ato ocorreu durante o encerramento do Mutirão Carcerário, realizado pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), com objetivo de verificar a situação jurídica de cada pessoa recolhida em estabelecimento prisional no Estado e propor soluções ao sistema penitenciário mineiro.

Conforme o governo, Minas Gerais é o estado que mais possui Apacs, com 83 unidades, sendo que 44 delas possuem convênio com o Estado, totalizando 3.708 vagas mantidas com verbas do governo.

Durante a solenidade, o TJMG repassou R$ 19 milhões para apoiar as Apacs no Estado, o que deve ampliar em 1.600 o número de vagas existentes nestas unidades de recuperação.

O presidente do TJMG, desembargador Nelson Missias de Morais, ressaltou o papel das Apacs. “São modelo da sociedade, não podemos construir de forma desenfreada unidades, mas já conseguimos abrir mais de 600 vagas e vamos abrir mais vagas em um ano para esse sistema”, pontuou.

Relatório

Entre os destaques contidos no relatório final do Mutirão Carcerário está o crescimento da população carcerária em Minas, que saltou de 50 mil em 2014 para 75 mil neste ano. Durante a elaboração do estudo, foram concedidas 772 liberdades a sentenciados do regime semiaberto.

Houve ainda um aumento no uso da monitoração eletrônica. Em maio, havia 2.171 pessoas a utilizando e agora são 2.768, um acréscimo de 21,57%. Entre os motivos para esse crescimento está a inauguração, pelo governo, de novos polos de monitoramento de tornozeleira eletrônica no interior.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Pedrin Perito 21 de Agosto, 2019 | 07:34
Precisa de uma reforma no judiciário mineiro isso sim,absurdo! Tem juiz recebendo mais de 100 mil reais...que país suporta isso? 100 mil equipara a 100 pessoas trabalhando com salario de mil reais..
20 mil por mes tá passando de bom!
É muita regalia pra juiz, ajuda moradia, ajuda mobilidade, etc.. Sobraria muito dinheiro para o Estado investir no proprio Estado.#zemacomediavoteinoce

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO