Parlamentar convida ministro para audiência sobre privatização da BR-381

Para o deputado, a privatização da BR é necessária, porém os pontos citados acima não ficaram claros e precisam ser melhores explicados

Divulgação


O requerimento do deputado federal Hercílio Coelho Diniz visa esclarecimentos das regras do edital de concessão da BR

Após solicitar à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informações acerca do edital de concessão da BR-381 apresentado na audiência pública, no dia 1º de agosto, em Governador Valadares, e não obter respostas do órgão, o deputado federal Hercílio Coelho Diniz (MDB) protocolou um requerimento na Comissão de Viação e Transportes convidando o Ministro de Estado de Infraestrutura, Tarcísio Freitas, para participar de uma audiência pública com o objetivo de discutirem a privatização da BR e as cobranças de pedágio no trecho, para, assim, esclarecer as dúvidas não sanadas pela Agência. O requerimento foi aprovado na última semana, conforme divulgado pelo parlamentar.

De acordo com as regras do edital apresentado, a empresa que assumir a administração da estrada terá que cumprir dois ciclos de investimentos em obras da duplicação da via: o primeiro, entre a capital mineira e o município de Belo Oriente, até 2029, e o segundo, até Governador Valadares, até o 20º ano da concessão, ou seja, duas décadas depois de assumir o trecho. Além disso, a ANTT apresentou as novas cobranças de pedágio na BR. Entre Belo Horizonte e Governador Valadares serão instaladas cinco praças de pedágio e o custo para um motorista de veículo de passeio transitar (considerando que as pistas atualmente não estão duplicadas) pelo trecho será aproximadamente de R$ 43.

À ANTT, Diniz solicitou os dados referentes ao investimento previsto pela empresa concessionária e a receita estimada no período da vigência da concessão. Solicitou, ainda, que essa informação seja fornecida ano a ano, constando a previsão de aumento ou redução de tarifas, na proporção aos investimentos a serem feitos.

Para o deputado, a privatização da BR é necessária, porém os pontos citados acima não ficaram claros e precisam ser melhores explicados. “Eu penso que, para haver a privatização, tem que haver uma contrapartida; deveria ter uma redução do IPVA e outros tributos para poder compensar os custos com os novos pedágios que a população irá arcar; mas já que este é o modelo possível, vamos trabalhar em cima dele para diminuir o número de pedágios e os valores que serão pagos; por isso convidei o Ministro para participar de uma audiência na CVT para discutirmos a melhor maneira de agilizar o processo de duplicação da BR sem prejudicar tanto a população”, afirma. O Deputado destacou também que irá se empenhar para que a duplicação chegue até Valadares.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Luiz Pereira Carlos 20 de Agosto, 2019 | 04:45
PORQUE A DELAÇÃO DE LÉO PINHEIRO ESTA BLINDADA.

BOLSONAROS & PROPINOVIAS, ATÉ ONDE ESTÃO ENVOLVIDOS...
Investigação aponta prejuízo de 1,6 bilhão aos eleitores na concessão da Linha Amarela e da TRANSOLIMPICA com distribuição de vantagens ilícitas a políticos e membros do judiciário a partir do Rio de Janeiro...

Eles sabem tudo e nada faz; Omi$$ão é crime, e nesse caso é formação de quadrilha.
a) EDUARDO NA POLICIA FEDERAL
b) CARLOS NA CÂMARA DOS VEREADORES
c) FLAVIO COMO DEPUTADO ESTADUAL
d) JAIR MESSIAS BOLSONARO

LAMSA é uma Organização Criminosa que venho denunciando desde 1996 foi blindada pelo TRIBUNAL DE CONTAS DO MUNICIPIO e seu presidente THERIS MONTEBELLO, com envolvimento do MINISTÉRIO PUBLICO ESTADUAL sob supervisão do PGJ-MARFAN MARTINS VIEIRA, e por BANDIDOS DE TOGA que o JORNAL O DIA fez matéria mentirosa e sem conhecimento de causa alegando que eu queria matar juiz MARIO CUNHA OLINTO FILHO diretor do TJRJ da Barra da Tijuca, UM CORRUPTO ASSASSINO que desentranhou documentos e provas que hoje estão vindos à tona, uma imprensa marrom, interessada em vantagens pecuniárias e sensacionalismo barato, que ajudou a destruir a mim e minha família em detrimento da ORCRIM montada por CESAR MAIA e LÉO PINHEIRO junto com o grupo de estelionatários INVEPAR-LAMSA-OAS cujo advogado PAULO ELÍSIO DE SOUZA que também advoga pra esse JORNAL O DIA uma instituição que abriga alguns reportes irresponsáveis que também se aliaram a esse esquema do pedágio ilegal conhecido como PROPINOVIAS CARIOCA envolvendo Linha Amarela & Transolimpica AÉCIO NEVES que se mantem sob suspeita a base de distribuição de propinas via escritório de SERGIO BERMUDES qual faz parte GUIOMAR MENDES esposa de GILMAR MENDES sob os auspícios de muitos Ministros do STF que tem conhecimento de causa e delegados de Policia Civil e Federal, crimes permanentes aplicados aqui no Rio de Janeiro por essa quadrilha, citados por RACHEL DODGE-PGR como terra sem lei e por MARCELLO BRETAS-JUIZ como crimes praticados com a maior naturalidade...
Barrabas 19 de Agosto, 2019 | 19:56
Senhor deputado o ideal seria pedagio depois que estrada estiver toda duplicada o senhor esta dizendo o pedagio e necessario o povo quer duplicacao completa.duplicacao que e necessario pra depois falar em pedagio.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO