Segundo LIRAa de 2019 aponta índice de 0,5% em Fabriciano

O índice foi de 0,5%, considerado baixo risco de acordo com o Ministério da Saúde

Divulgação PMCF


O índice é considerado de baixo risco de acordo com o Ministério da Saúde

A Secretaria de Governança da Saúde de Coronel Fabriciano divulgou o resultado do segundo Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) de 2019, realizado entre os dias 6 a 9 de agosto. O índice foi de 0,5%, considerado baixo risco de acordo com o Ministério da Saúde.

Para o Secretário de Saúde, Ricardo Cacau, o índice divulgado na última semana é satisfatório e inédito no município. “Ficamos felizes com o resultado do último LIRAa, pois mostra que a população está consciente e que o trabalho de todos os agentes de endemias, equipe de zoonoses e comitê de arboviroses, limpeza urbana, além da criação de ecopontos tem dado certo”, ressalta.

Dentre os depósitos verificados neste período, foram encontrados três focos em vasos sanitários (30%); 2 focos em bebedouros de animais (20%) e ralos (20%); e 1 foco em caixa d’água (10%) e vaso de flor (10%).

O levantamento também apontou que, dos 62 bairros pesquisados no município, apenas sete apresentaram resultados positivos para Aedes aegypti. São eles: Amaro Lanari (0,2%), JK (0,35%), Melo Viana (0,23%), Olaria (0,75%), Ponte Nova (0,57%), Recanto Verde (1,7%) e Silvo Pereira I (0,74%).

“Apesar de estarmos comemorando o resultado é preciso manter a atenção, porque o Vale do Aço é uma região endêmica nas arboviroses. Com isso, é fundamental que o trabalho de prevenção continue”, finaliza o Secretário.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO