Cruzeiro vence o Santos e deixa a zona de rebaixamento

Com gols de Fred e Thiago Neves, equipe de Rogério Ceni superou o líder

Vinnicius Silva/Cruzeiro


Time celeste venceu por 2 a 0 o duelo deste domingo


Na estreia de Rogério Ceni neste domingo (18) como técnico do Cruzeiro, a equipe venceu o Santos por 2 a 0 e deixou a zona de rebaixamento. Os gols foram de Fred e Thiago Neves. O Peixe esteve quase toda a partida com um jogador a menos, já que Gustavo Henrique foi expulso com três minutos. O jogo aconteceu no estádio Mineirão, em Belo Horizonte.

Aos 57 segundos, em contra-ataque, Gustavo Henrique perdeu na corrida para Pedro Rocha e deu um carrinho no atacante. O árbitro Anderson Daronco mandou o jogo seguir, mas depois, com auxílio do árbitro de vídeo, expulsou o defensor santista. Com um a mais, o time de Ceni foi para cima. Dodô parou em Everson, e Thiago Neves, no travessão.
Fred abriu o placar aos 43 minutos. Ele recebeu passe de Thiago Neves dentro da área e chutou no canto. Nos acréscimos, o goleiro alvinegro ainda evitou o segundo, defendendo chute de Thiago Neves no ângulo, e o Peixe quase empatou em cobrança de falta de Carlos Sánchez, espalmada por Fábio.

Já no segundo tempo, o técnico Jorge Sampaoli tirou Pará, que havia entrado após a expulsão de Gustavo Henrique, e colocou mais um zagueiro, Luiz Felipe. Logo no primeiro minuto, Thiago Neves soltou uma bomba no canto baixo de Everson e ampliou o marcador. Mesmo em vantagem, o Cruzeiro seguiu em cima, com mais posse de bola e só não fez mais gols porque o goleiro do Santos fez grandes defesas.

A Raposa foi a 14 pontos e subiu para o 16º lugar, ultrapassando o Fluminense, que perdeu em casa para o CSA e ficou com 13 pontos. Os times voltarão a campo só no próximo domingo, pela 16ª rodada do Brasileirão. O Cruzeiro enfrenta o CSA, em Alagoas, enquanto o Santos recebe o Fortaleza, na Vila Belmiro.

Ficha Técnica
Motivo: 15ª rodada do Brasileiro
Estádio Mineirão
Cruzeiro
Fábio; Orejuela, Dedé (Cacá), Fabrício Bruno, Egídio (Fred); Henrique, Dodô, Thiago Neves, Marquinhos Gabriel, David (Robinho); Pedro Rocha. Técnico: Rogério Ceni

Santos
Éverson; Evandro (Pará, que deu lugar a Luiz Felipe no segundo tempo), Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique, Jorge; Diego Pituca, Carlos Sánchez (Alison), Felipe Jonatan; Derlis González, Eduardo Sasha, Soteldo. Técnico: Jorge Sampaoli
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO