Fabriciano participa da 7ª Jornada do Patrimônio Cultural

Com o tema “Culinária e Patrimônio”, o objetivo é promover ações em defesa do patrimônio cultural e gastronômico das cidades participantes

Divulgação PMCF


As ações da jornada ocorrem até o dia 31 de agosto em todo o Estado

A administração de Coronel Fabriciano divulgou que está participando da 7ª Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais, promovida pelo Iepha - Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais. As ações ocorrem até o dia 31 de agosto em todo o Estado. Com o tema “Culinária e Patrimônio”, o objetivo é promover ações em defesa do patrimônio cultural e gastronômico das cidades participantes.

Em Fabriciano, serão realizadas oficinas de gastronomia relacionadas à cultura local da Serra dos Cocais. A primeira oficina foi realizada na terça-feira (13), ensinando as cozinheiras da rede municipal de ensino a produzirem quitandas da zona rural. A finalidade é diversificar a alimentação escolar dos alunos das 24 unidades escolares da cidade, bem como fomentar culinária típica.

A capacitação também contará, no próximo sábado (24), a partir das 14h, na Cozinha Comunitária, com uma oficina de frango com palmito - uma especiaria raiz da Serra dos Cocais. A programação é aberta ao público mediante inscrição pelo telefone 3846-7700. Serão ofertadas 20 vagas.

Entre letras e sabores

Além das oficinas, será realizada na Biblioteca Municipal Prof.ª Mariana Roque Pires a exposição “Entre Letras e sabores”, com destaque para livros que abordam os temas de culinária e patrimônio de Minas Gerais.

A Participação na Jornada é aberta a todos os interessados em propor ações relacionadas à defesa do patrimônio cultural. Podem ser realizadas exposições, feiras, festivais, apresentações artísticas, seminários, encontros de grupos e culturas populares, além de visitas guiadas e atividades que voltadas para a preservação do patrimônio de cada cidade. A Jornada integra as comemorações do Dia do Patrimônio, celebrado em 17 de Agosto.

“Nosso objetivo ao aderir à política do Iepha é difundir nossos patrimônios imateriais relacionados à culinária a toda a população, inclusive capacitando pessoas para produzirem esses alimentos. E nada mais original do que focar na gastronomia típica da Serra dos Cocais, patrimônio natural e cultural mais expressivo de Fabriciano”, afirma Priscilla Souza, Gerente de Cultura.

Saiba mais

A Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais ocorre desde 2009, e teve sua inspiração inicial na experiência francesa das Journées du Patrimoine. Criado na França em 1984, o evento se consolidou por marcar, de forma nacional e anualmente, um final de semana de mobilização popular em torno da valorização e preservação do patrimônio francês. O sucesso na França foi tanto que hoje a Jornada Francesa expandiu-se para todo o Velho Continente.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO