Homem é executado a tiros no Vale Verde, em Ipaba

Vítima teria uma rixa com algumas pessoas do distrito

Com atualizações às 11h23 de 14/08
Enviada por leitor


Homem conhecido como ''Berruga'' foi morto na tarde desta terça-feira

A Polícia Militar de Ipaba registrou um homicídio na tarde desta terça-feira (13), no distrito de Vale Verde de Minas, em Ipaba. O servente de pedreiro Gilmar Martins de Barros, de 41 anos, conhecido como “Nego do Berruga”, foi morto a tiros no momento que segurava uma filha de oito meses no colo. Um suspeito de ter cometido o crime já foi identificado e é procurado pelas equipes da Polícia Militar na região.

O crime aconteceu na rua 31, no Vale Verde, por volta das 15h30, quando a vítima encontrava-se sentada na porta de casa com a filha de apenas oito meses no colo. Gilmar foi surpreendido por um homem encapuzado e com uma pistola disparou vários tiros na direção do homem que não teve tempo de reagir.

Apesar do tiroteio, a criança caiu, sem ser atingida pelos vários tiros. A filha de Gilmar foi encaminhada ao posto de saúde pelos familiares e constatado pelos profissionais apenas um hematoma na cabeça devido a queda no chão. Depois de ser medicada, a bebê foi liberada para a família dela.

Já o pai da criança não resistiu e morreu no local antes de ser socorrido. O autor do crime correu até a rua Um, nas proximidades da rua 31, onde ele havia deixado uma motocicleta pequena parada. Ele embarcou na motocicleta fugindo sentido à BR-458 e desapareceu sem ser encontrado pelas equipes.
Reprodução


Gilmar, o "Nego da Berruga", já havia sido alvo de tiros no ano passado na BR-458

O local foi isolado para o trabalho da perícia da Polícia Civil, onde foram recolhidas 25 cápsulas deflagradas de calibre 9 milímetros e quatro projéteis. O perito Gilmar constatou 22 perfurações de entrada e saída no corpo de Gilmar, sendo a maioria dos disparos na região da cabeça. O corpo foi removido ao IML de Ipatinga pela funerária Paraíso depois de ser periciado.

Escapou da morte ano passado

O Diário do Aço apurou que Gilmar já foi alvo de uma tentativa de homicídio, crime ocorrido em 1º de Outubro de 2018 na BR-458. Após escapar com vida deste primeiro atentado, ele se mudou para Dom Cavati, contudo voltou para o Vale Verde para ficar próximo da filha, mas o servente evitava sair de casa temendo pela sua vida.

O nome de um suspeito chegou a ser levantado pelos policiais militares. As equipes chegaram ir até a casa deste homem, de 34 anos, e também na casa do avô no Córrego Beija-flor, na zona rural de Ipaba. As buscas continuam para a localização deste suspeito de praticar o assassinato, que pode ter sido o mesmo autor do atentado ocorrido no ano passado.


Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Silas Martins 14 de Agosto, 2019 | 13:01
Gostaria de fazer um pedido através do diário do aço q as autoridades políticas ou competentes tomassem providência sobre nossa torre de telefone móvel da vivo q está a mais ou menos 15 dias sem operação direta está oscilando ora sim ora nao trazendo trastornos para moradores e comerciantes do bairro causando inúmeros prezuisos as ligações nao completa das máquinas de cartões nao funcionam desde já agradeço quem Tomar as devidas providências urgente e agradeço ao diário do aço veículo muito importante para nossa região vale verde de Minas 14 08 2019

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO