Homem é morto a tiros em Ubaporanga

Suspeito de cometer o crime é um comerciante da cidade que está foragido

Fotos: TV Super Canal - Caratinga


Cícero Rodrigues, conhecido como Rodrigo Índio, foi executado a tiros
Atualizado às 15h05
O assassinato de um homem de 39 anos foi registrado na noite desta quarta-feira (7), em Ubaporanga. Ele provavelmente foi assassinado em um crime passional, de acordo com as primeiras apurações da Polícia Militar. O crime ocorreu na rua Sebastião Luís, 70, no bairro 27 de Abril, e o principal suspeito do crime seria o proprietário de um bar na cidade, J.A.O., de 43 anos.

Conforme a PM, a vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo. Os bombeiros comunitários de Ubaporanga chegaram a ser acionados, mas quando a equipe chegou ao local dos fatos, Cícero Rodrigues de Padilha já não apresentava sinais vitais.

O corpo de Rodrigo Índio, como era conhecido Cícero Rodrigues, foi encontrado caído dentro de um beco da residência, ao lado de uma motocicleta. A perícia técnica da Polícia Civil foi acionada. A policial encontrou projéteis nas imediações do local do crime e foram constatados ferimentos na face da vítima.

O tenente Marco Aurélio destacou que, a princípio, a motivação do crime está atrelada a motivos passionais. “O autor teve um relacionamento com a esposa há mais de vinte anos até que houve a separação há cerca de cinco meses. O autor passou a ter um relacionamento em Caratinga e a ex-companheira começou a se relacionar com Cícero (vítima do homicídio), seu vizinho”, relatou o oficial.

Crime

O que parecia uma situação tranquila se transformou em violência. Na noite de quarta-feira, o suspeito aguardou a chegada de Cícero e efetuou os disparos, fugindo do local numa motocicleta Honda Titan vermelha. “Até o momento não se sabe se houve qualquer reviravolta no caso que justificasse tal ação do autor”, disse o tenente Marco Aurélio.
Ainda de acordo com a PM, pelos levantamentos com parentes da vítima, não se tem conhecimento de discussão ocorrida dias atrás ou alguma ameaça entre vítima e o principal suspeito pelo crime. O comerciante J.A. é procurado pela polícia, mas não foi localizado até o momento.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO