Gaeco realiza a operação Conexão no Vale do Aço

Foram presos suspeitos por tráfico de drogas, ataques a caixas eletrônicos e ainda um investigado em fraudes de padrão de energia elétrica

Divulgação Gaeco


Os policiais cumpriram mandados de prisão e de busca e apreensão em vários locais
Atualiza às 16:35
Na manhã desta quarta-feira (7), foi desencadeada a fase de execução da Operação denominada “Conexão”, coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Ipatinga com o apoio das polícias Civil e Militar. Os trabalhos visam combater o tráfico de entorpecentes e ataques a caixas eletrônicos na região do Vale do Aço.
Os policiais cumpriram oito mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão nas cidades de Ipatinga, Coronel Fabriciano e Periquito. Durante os trabalhos operacionais, no curso da investigação, foram apreendidos: 1,1 kg de cocaína, seis buchas de maconha e vários aparelhos celulares.

Os trabalhos investigativos começaram em 16 de novembro passado. No Estado do Espírito Santo, os policiais prenderam em Serra, na Região da Grande Vitória, G.A.A., L.F.C.A., F.F.S. e C.A.A.L. que, após roubarem um veículo em Ipatinga, praticaram em seguida um arrombamento de caixa eletrônico em Sobrália, na região do Vale do Rio Doce. Com a quadrilha também foram apreendidos artefatos explosivos.

Durante o cumprimento das cautelares, nesta quarta-feira, foram apreendidos vários aparelhos celulares, uma motocicleta Honda XRE 300 e um Ford Focus. Encontram-se presos C.M.S., R.A.R. e S.M.P., por força de prisões temporárias, por 30 dias, expedidas pela 1ª Vara Criminal de Ipatinga.

Foi conduzido também H.M.Z. que, segundo investigações, é um dos maiores fraudadores de medidores da Cemig atuante em todo o Vale do Aço. Calcula-se que, somente com as “manipulações dos medidores para não marcação do consumo de energia”, o prejuízo gerado possa ultrapassar R$ 100 mil. Na residência do conduzido foram apreendidos vários equipamentos, ferramentas, dois uniformes de empresa e selos, todo material que é utilizado para fraudar os padrões de energia elétrica.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Fábio Cristiano de Oliveira 08 de Agosto, 2019 | 18:32
Boa noite
Gostaria receber todas as notícias do diário do aço melhor jornal do Vale do aço
Oliveira 08 de Agosto, 2019 | 07:58
Agora, além de temer o carro da Cemig quando estaciona em frente à residência que têm o chamado "gato de luz", ainda tem o GAECO.
Quem não deve, não treme.
Senta a pua Cemig que o Gaeco prende.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO