Jovem é morto a tiros em Coronel Fabriciano

Namorada da vítima e criança de dois anos estavam no carro e escaparam sem ferimentos

Wellington Fred + reprodução


Mateus Henrique da Silva, tinha 20 anos

A polícia investiga a motivação e autoria de um homicídio registrado no começo da tarde desta segunda-feira, na rua V19, do bairro Sylvio Pereira II, em Coronel Fabriciano. Mateus Henrique Silva, de 20 anos, foi executado a tiros, dentro de um carro, por uma dupla. A namorada do jovem e uma criança de dois anos estavam no carro e sobreviveram sem ferimentos.

Mateus foi atingido no interior do veículo que conduzia, um Fiat Uno de cor prata. Sem controle, o carro subiu na calçada, atingiu uma lixeira e, em seguida, um poste.

A reportagem do Diário do Aço apurou, no local, que Mateus é do bairro Santa Terezinha e foi ao bairro Sylvio Pereira fazer a entrega de uma encomenda, que estava em uma sacola.

Ao trafegar pelo bairro dois homens pararam o condutor e exigiram a encomenda. Como ele não quis entregar, o homem que estava armado efetuou diversos disparos com uma arma calibre 380. Os dois homens tomaram o pacote e fugiram a pé sem serem identificados.

Estojos vazios da munição foram recolhidos pelas ruas, por populares e entregues à Polícia Militar. Conforme testemunhas, após ser atingido pelos tiros, Mateus ainda tentou dirigir, mas perdeu o controle e bateu na lixeira e no poste. O exame da perícia da Polícia Civil indicou que o corpo de Mateus apresenta 13 perfurações, de entrada e saída de projéteis nas costas, pescoço e lado esquerdo do tórax.

A namorada do jovem, de 19 anos, e uma criança de dois anos (filho do casal) que estava numa cadeirinha de bebê, no banco de trás, saíram sem ferimentos. Em estado de choque, a jovem teve dificuldades em relatar para a polícia o fato que presenciou.

Mateus é a nona pessoa assassinada nesse ano, em Coronel Fabriciano. No mesmo período do ano passado, esse número estava em 19 pessoas. Veja mais informações no vídeo abaixo:


Condutor de Fiat Uno é morto a tiros em Coronel Fabriciano
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Zoio de Zoiar 29 de Julho, 2019 | 18:00
A velha e maldita droga tem sido a principal causa de muitos homicídios na região. Os jovens deveriam repensar e refletir sobre a vida que querem levar.
Juliano Carlos 29 de Julho, 2019 | 16:20
Meu Deus que horror!

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO