Polícia prende suspeito de agressão contra a mãe

Mulher foi encontrada caída no quintal de sua residência, no bairro Ana Moura, com várias fraturas e cortes pelo corpo, provocados por golpes de enxada

Enviada ao Portal Diário do Aço


A vítima foi encontrada caída junto a telhas, no quintal de sua casa

Com atualização - 22/7 - 17h211
A Polícia Militar prendeu, na tarde deste domingo (21), o jovem suspeito de ser o autor de uma violenta agressão contra a própria mãe, Maria da Penha Silva, de 59 anos, no distrito de Cachoeira do Vale, em Timóteo. M.S.C estava no Shopping Vale do Aço e chamou a atenção de quem passava pelo local, por atirar pedras em direção ao centro de compras.

A PM foi acionada e conduziu M.S.C. ao hospital municipal Eliane Martins, onde foi hospitalizado após o surto. Ele ficou sob escolta policial e seria conduzido para a Delegacia de Polícia Civil. Sua mãe permanecia internada no Vital Brazil, em estado grave, até o fim da tarde desta segunda-feira (22).

A vítima foi encontrada inconsciente no quintal de sua casa, na rua Felicíssimo Farias, no bairro Ana Moura, em Timóteo. Ela deu entrada por volta de 13h de sábado (20), com traumatismo cranioencefálico grave, lesão de cervical e múltiplas fraturas em face, além de fratura exposta de membros superiores esquerdo. A mulher foi agredida a golpes de enxada pelo filho, M.S.C, que fugiu do local em uma bicicleta.

Conforme relatos de testemunhas, as agressões ocorreram por volta das 5h de sábado. Familiares que residem no distrito de Cachoeira do Vale informaram que M.S.C, foi visto por volta das 6h na padaria localizada na avenida Belo Horizonte, com uma bicicleta de cor vermelha. A testemunha não soube informar por qual motivo ocorreram as agressões.

Os familiares informaram que o autor das agressões é usuário de crack e que essa não é a primeira vez, que agride fisicamente a mãe. Os familiares informaram que, por causa do vício, o jovem já tinha ameaçado a mãe exigindo dinheiro para comprar drogas.

No hospital Vital Brazil, para onde foi levada em uma viatura do Corpo de Bombeiros Militar, a informação da equipe médica é que a mulher deu entrada com fratura exposta no antebraço esquerdo, fraturas diversas na face, fratura da coluna – na altura da vértebra cervical, traumatismo craniano e no momento estava no quadro de entubação endotraquial, inconsciente. A arma utilizada pelo autor foi apreendida para demais providências.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Desabafo 22 de Julho, 2019 | 17:48
Tudo muito triste !??
Jane 22 de Julho, 2019 | 17:19
Sra Desabafo,

Enquanto a senhora e vários país sofrem o Brasil foi enganado com uma luta antimanicomial - apoiada por gente bem intencionada - mas que não viu nas entrelinhas o problema de pessoas com familiares fora do controle. Os manicômios eram ruins, então demos a nossa solução brasileira: ao invés de modificar os protocolos e mantê-los, fechamos a maioria das instituições de internação.No fundo foi uma manobra dos políticos para reduzir os custos e leitos mantidos pelos SUS. Mas as almas bem intencionadas não usaram a razão e apoiaram esta falácia.

Enquanto formos ignorantes, não discutirmos nas escolas o uso de drogas, não com esta abordagem superficial, mas fazermos os jovens entenderem de fato a bioquímica da droga, o aspecto psicossocial vamos continuar orando, terceirizando para Deus um problema social sério.

Enquanto o combate as drogas não pegarem os verdadeiros cabeças do tráfico, que certamente não são os moradores de favela e sim gente poderosa com know-how para lavar dinheiro, famílias sofrerão.
Desabafo 22 de Julho, 2019 | 13:38
SR Sabonete , meu filho tem 19 anos e ele se nega fazer qualquer tipo de tratamento.
Euler Araujo 22 de Julho, 2019 | 09:10
vamos orar por ele, conheço a família, sabemos que tudo isso foi obra do inimigo , estamos orando para que a mãe irmã maria da penha venha recuperar e orando tbm para que o marlon seja liberto .
irmã maria sempre na luta cuidou dos filhos sozinha e com muita dificuldade.
não é fácil .
jesus tem poder de mudar a historia dessa familia.
Sabonete 22 de Julho, 2019 | 09:02
SRª DESABAFO....A SENHORA NÃO DISSE A IDADE DO SEU FILHO....!!
Desabafo 21 de Julho, 2019 | 20:25
Samos mães e sofremos muito. Precisamos de ajuda ??
Desabafo 21 de Julho, 2019 | 20:22
Peço que ninguém me julgue ! Consegui uma consulta para ele e o médico contatou algum distúrbio mental. Encaminhou para o psiquiatra e receitou medicamentos ao qual ele fez o uso por algum tempo negando -se o acompanhamento do psiquiatra. Até que um certo dia alguém disse a ele que a maconha iria ajudar ele mais que os medicamentos. E assi ele abandonou os medicamentos e passou fazer uso da maconha. Desde então vivo com medos , ameaçada e sem saber como agir nesta situação. Tem dia que ele surta e fica muito agressivo, quebrando coisas dentro de casa e machucando a si mesmo. Eu tento proteger ele dele mesmo mas, aí ele se volta contra mim. Então me afasto e deixo ele expor para fora toda aquela furia que o deixa todo descontrolado. Muitas das vezez quando presinto que ele não está bem , passo noites acordadas com medo dele fazer algo contra ele mesmo ou contra mim. No último ocorrido ele passou a noite toda vagando pela casa amolando uma faca e já no amanhecer ele surtou de vez onde quebrou várias coisas , se machucando e dizendo que não queria mais viver. Ele estava totalmente fora de si. Apreensiva com a situação , acionei o samur onde levaram ele para o hospital e mesmo medicado e amarrado ele conseguiu se soltar e fugir do hospital. Busquei ajuda mas me disseram que não poderiam segurar ele lá mesmo naquela situação. Quando também acionaram a polícia e os mesmos também disseram que não poderiam fazer nada. Sendo assim , ele retornou para casa e continuamos vivendo sobre ameaças e medo. Procurei ajuda mas, tive a informação de que a justiça não obriga ninguém à fazer qualquer tipo de tratamento. Assim termino meu desabafo com incertezas do dia do amanhã . Mas quem sabe , caso aconteça o mesmo comigo , apareça algura altoridade que possa obriga-lo fazer o tratamento que ele precisa. Quem sabe assim , poderá proteger ele dele mesmo e também a mim e a vida de terceiros. Pois deixaram bem claro para mim que quando vem este surto, tanto ele como terceiros correm risco de vida. Potanto , eu sei o que essa mãe passou pois sinto isto na pele. Só tenho que pedir à Deus para livrar ela desse sofrimento e abençoa -la com uma boa recuperação. Que Deus nos livre de todos os riscos e que nos ajude?
Desabafo 21 de Julho, 2019 | 19:07
Passo diariamente por situação parecida. Vivo apreensiva e atormentada com a situação. Já teve caso de parar no hospital mas diferente deste daí , ele fugiu do hospital. Pois não teve escolta de policiais e nem enfermeiros para manter o mesmo no hospital. Estou com medo , muito medo de tudo ! Estou presa em uma situação à qual não sei à quem recorrer para buscar ajuda . Sendo que a justiça não obriga ninguém à fazer qualquer tipo de tratamento.
Infopen 21 de Julho, 2019 | 18:04
Estamus isperando eli aqui no sistema o bagui vai fica doido
Matheus 21 de Julho, 2019 | 12:18
A mãe cria o filho com tanta dificuldade e o cara faz isso, esse merece morrer de forma lenta e dolorosa.
Zoio de Zoiar 20 de Julho, 2019 | 18:24
É por isso que a Indonésia aderiu à pena de morte por posse e uso de drogas. Eis aí o resultado dessa falácia. Triste ver isso.
Anonimo 20 de Julho, 2019 | 17:35
Marlon o nome do disgracado
Bolson 20 de Julho, 2019 | 16:13
Vai ter que ir pro seguro, acho que os caras não irão gostar do que ele fez.
Creio que vai ser mais odiado que estuprador.
No sistema carcerário tem regras....

Euder Adeli Santos 20 de Julho, 2019 | 14:23
Quem é esse filho? Coloca o nome dele e uma foto até mesmo para ajudar a população ajudar a identificar.
Lima 20 de Julho, 2019 | 14:11
Mateus 24/12 E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO