Suspeito de tráfico é preso com 280 pedras de crack, em Coronel Fabriciano

Homem denunciado estaria comercializando o entorpecente na área central da cidade

Divulgação


Investigado por tráfico foi apanhado por policiais no momento em que embalava porções do entorpecente

Marcos de Jesus Alves, de 29 anos, foi autuado em flagrante por tráfico de drogas ilícitas. Ele foi preso pela Polícia Militar no início da tarde de sexta-feira (19). Em poder dele, enquanto embalava drogas, os policiais apreenderam cerca de 280 pedras de crack prontas para a venda e mais dez porções grandes da mesma droga. A prisão ocorreu na casa dele, na rua Piracicaba, no Centro de Coronel Fabriciano.

O 58º Batalhão da Polícia Militar recebeu diversas denúncias sobre a atuação do suspeito nas imediações do bairro Dom Helvécio (Prainha) e no Centro de Fabriciano. O Serviço de Inteligência da PM monitorou o denunciado. Os militares confirmaram que usuários faziam constantes contatos com o homem monitorado, em sua casa.

Uma informação chegou aos policiais que “Marquinho Gogó”, como é conhecido o suspeito, recebeu uma grande quantidade de entorpecente. Com a denúncia, os PMs desencadearam uma operação e flagraram o homem no terraço de sua casa preparando a droga para ser comercializada.

Marquinho estava cortado pedras de crack em cima de uma peça de cerâmica no colo. Ao ser preso em flagrante, os policiais encontraram 40 pedras da droga na escada e mais 227 pedras do mesmo entorpecente, todas prontas para o comércio.

Nas buscas realizadas no imóvel, apreendidos uma balança, lâmina de barbear usada para cortar o crack e dez pedras grandes da droga, que depois de divididas poderiam render cerca de 250 porções para a venda. Uma pequena porção de maconha foi também localizada pelos policiais.

Como a casa caiu, segundo os PMs, o preso teria comentado “agora vou tirar minha cadeia”. Os policiais ressaltaram que a toda a situação de preparo e tráfico da droga ocorria na presença de duas filhas de Marquinho, uma de cinco anos de idade e a outra de quatro meses de vida. Marquinho e as 277 pedras de crack apreendidas foram encaminhadas para a delegacia de Polícia Civil onde ele foi autuado em flagrante por tráfico de drogas ilícitas.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO