Apresentado projeto de concessão das BRs 381 e 262

Vale do Aço está fora dos locais que receberão audiência pública para debater o assunto

Divulgação Nova 381


Governo propõe tarifa ?dinâmica? do pedágio, com valor menor nos locais em que a pista for simples e um valor maior onde a estrada já estiver duplicada

Foi aprovado pelo Conselho Diretor da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) o projeto de concessão das rodovias BR-381 e BR-262. Pela proposta do governo, a tarifa do pedágio terá o modelo “dinâmico”, ou seja, um valor menor nos locais em que a pista for simples (mínimo de R$ 7,51 e máximo de R$ 8,54) e um valor maior onde a estrada já estiver duplicada (entre R$ 9,76 e R$ 11,10).

O projeto será debatido em quatro audiências públicas presenciais, que têm o objetivo de buscar sugestões da sociedade para a elaboração do projeto final de concessão das BRs 381 e 262. Além das audiências presenciais, a população já pode enviar as sugestões e contribuições pela internet, até o dia 2 de setembro, no site da ANTT – www.antt.gov.br - na seção Participação Social – Audiência Pública nº 010/2019.

A primeira audiência pública será no dia 1º de agosto, na sede da União Ruralista Rio Doce, às 8h30, em Governador Valadares. O segundo encontro será no dia 2 de agosto, no Hotel Boulevard Plaza, em Belo Horizonte.
No dia 7 de agosto, a audiência pública será realizada em Vitória (ES), no Hotel Confort Suites. A última reunião presencial ocorrerá em Brasília no dia 8 de agosto, no edifício sede da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Nas audiências públicas, o governo buscará saber da população, entre outras coisas, se as obras de duplicação deverão ser feitas em conjunto, nas duas rodovias, ou primeiro na BR-381, entre Belo Horizonte a Governador Valadares, e depois na BR-262, entre João Monlevade (MG) e Viana (ES).

Já publicado:
Pedágio na BR-381 será acima de R$9,52

Para o senador Carlos Viana (PSD), seria importante que as obras das duas rodovias fossem feitas simultaneamente. “Pelo cronograma, caso as obras sejam separadas, o tempo estimado será de 15 anos para as duas rodovias. Se a duplicação for conjunta, esse tempo será de 10 anos. Os mineiros não aguentam mais trafegar em estradas que não dão segurança nenhuma. E a BR-262 é uma continuação da BR-381 e os mineiros utilizam muito a estrada, já que é caminho para o litoral”, disse o parlamentar.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Jaime 23 de Julho, 2019 | 08:52
O povo do vale que movimenta a BR 381 quer dizer nao pode participar de audiencia publica por sao contra pedagio sem ter estrada .cade os politicos que representa o vale do aco pra lutar para o povo.o que o pessoal de vitoria tem haver com 381 eles nao usa pessoal de BH poucos usam a 381 norte porque a audiencia nao acontece no vale .tanto pessoal de Bh e vitoria esta se lixando se o povo vai pagar pedagio nem vao a audiencia.
Cleide 20 de Julho, 2019 | 08:43
Fazer reunião em locais onde a população quase não última as rodovias é fácil demais quero ver fazer próximo de quem realmente utiliza estratégia para arrebentar com a população. Coerência, nenhuma
Washington Linhares 19 de Julho, 2019 | 07:30
Pagar pedágio pra andar em trilha.... aí já é sacanagem viu!
Geraldo Martins Sobrinho 18 de Julho, 2019 | 20:15
Boa noite,
Pedagio...kd o o dinheiro que pagamos do Ipva....ou vamos parar de paga-lo.
Absurdo
Penha Torres 18 de Julho, 2019 | 17:58
Preço absurdo!
Esta região do Vale do Aço está sendo explorada. Não há preço como este em outras estradas!
Fernando 18 de Julho, 2019 | 16:29
Se a duplicação for finalizada e mantida as boas condições da estrada, eu não vejo problema em pagar o pedágio, melhor pagar um "pequeno" valor para ter uma viagem com uma maior segurança do que essa roleta russa que é essa estrada de agora, sem saber se a gente vai chegar no destino final e com o carro inteiro por causa dos buracos.
Fernando 18 de Julho, 2019 | 09:56
Absurdo!!!
Querem duplicar a rodovia (ainda duvido) com o nosso dinheiro!
A rodovia Fernão Dias já está totalmente duplicada e paga-se 2,40 nos pedágios.
Barrabas 18 de Julho, 2019 | 07:06
E o que eu sempre digo o vale do esta fora de tudo faz parte de outro planeta nao deste mas quando vai pagar conta ele aparece.o povo tem quer ser duro contra o pedagio de uma estrada pessima .pedagio so com estrada pronta.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO