Causas de incêndio no Ecoponto de Ipatinga ainda são apuradas

Diante do ocorrido, está suspenso temporariamente o recolhimento de pneus no Ecoponto de Ipatinga

Secom-PMI


Três galpões e pneus alojados no local foram destruídos pelo incêndio, na madrugada desta terça-feira

Autoridades da área de segurança pública apuram as reais circunstâncias de um incêndio que irrompeu na madrugada desta terça-feira (16), por volta de 2h40, no Ecoponto situado no pátio da Suplan, no bairro Cidade Nobre, em Ipatinga. O local é usado para recebimento de pneus inservíveis recolhidos junto a borracharias e serviços afins, e que são encaminhados periodicamente para reciclagem de empresas especializadas.

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma), vigilantes que realizam regularmente o trabalho de ronda no local acionaram imediatamente o Corpo de Bombeiros, logo que perceberam o início do sinistro. As chamas só foram debeladas totalmente por volta das 6h. Também foram acionados como apoio funcionários e caminhões-tanques da Infrater e da Vital Engenharia.

Conforme a Secretaria, felizmente houve apenas danos materiais. Foram destruídos os pneus alojados no local e ainda três galpões.

Como medida preventiva, o trânsito foi interrompido em trecho próximo da rua Graciliano Ramos, enquanto o incêndio era controlado, informou o governo municipal.

Diante do ocorrido, está suspenso temporariamente o recolhimento de pneus no Ecoponto de Ipatinga. A administração recomenda que, enquanto o serviço não é restabelecido, os materiais sejam acondicionados em lugar seguro pelos demandantes.

O Executivo alerta que o descarte irregular de pneus é uma infração ambiental de natureza grave, passível de multa que varia de 101 a 500 UFPI’s. A Unidade Fiscal Padrão de Ipatinga hoje está fixada em R$ 114,84.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO