Homicídio em Ipaba pode estar relacionado a uma vingança

O crime ocorreu próximo à Escola Municipal Padre João Geraldo Rodrigues, no bairro São José, em Ipaba

Reprodução


Johnatan Cunha foi baleado em Ipaba
Atualizada às 15:34 15/07
A polícia apura informações acerca de um homicídio registrado na noite de sábado (13), em Ipaba. O crime ocorreu na rua Olívia Rodrigues Vieira, próximo à Escola Municipal Padre João Geraldo Rodrigues, no bairro São José, por voltas das 21h.

Conforme o relatório da Polícia Militar, Johnatan da Cunha Mota, de 22 anos, foi atingido por disparos de arma de fogo e não resistiu aos ferimentos.

Testemunhas informaram que dois indivíduos teriam chegado em uma bicicleta pela rua Uberlândia. Um deles efetuou diversos disparos contra Johnatan. Em seguida, a dupla fugiu do local do crime, onde policiais recolheram dez cápsulas deflagradas e três projéteis, ambos de munição calibre 380.

A Polícia Militar já identificou um dos suspeitos e acredita que a motivação do homicídio pode ter sido uma vingança. O caso pode ter ligação com um atentado a tiro, no dia 15 de março, quando um jovem de 19 anos foi baleado na cabeça, em um crime na rua Nova Era, no Centro de Ipaba. Um dos suspeitos estava na companhia da vítima, em uma casa.

Ex-presidiário
Johnatan da Cunha Mota tinha passagem por roubo à mão armada, ameaça e corrupção de menor de idade, crimes pelos quais foi preso e sentenciado a 6 anos e cinco meses de reclusão em 20 de agosto de 2015, conforme apurou o Diário do Aço junto ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Como já estava preso na data do julgamento, Johnatan da Cunha cumpriu um ano e três meses de reclusão e passou para o regime aberto em 11 de julho de 2016.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Só Deus 14 de Julho, 2019 | 22:18
Nessa situação.meu coração corta de do da mãe. Misericórdia ela pedindo socorro... Que deus possa confortar o coração dela. Que muitas das vezes tem culpa nenhuma.
Zoio de Zoiar 14 de Julho, 2019 | 17:28
Tiram de Vida Loka, mas não sabe nem o que vem pela frente. Está aí mais um corpo estendido no chão e a tristeza da família. Esse não volta a cometer novos delitos.
Marcos 14 de Julho, 2019 | 14:14
Vai ser assim até que a juventude perceba que o mundo negro das drogas e crimes os levam a um só destino....a morte.
Ze Lele 14 de Julho, 2019 | 07:08
Ao batidão do meliante. Os vidas loucas não chegam 25 anos
Eu 14 de Julho, 2019 | 07:07
Até quando vai ser assim meu Deus

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO