Reforma da Previdência, acordos comerciais e a necessidade de proteger o seu dinheiro

Mauro Morelli *

Reforma aprovada, lição de casa feita, agora a economia vai voltar a crescer. É só isso mesmo? Infelizmente, não. Apesar de o Brasil ter dado ontem um passo gigantesco ao aprovar a Reforma da Previdência, ainda temos um checklist de tamanho razoável para que o País recupere a preferência dos investidores internacionais.

Há necessidade de efetuar uma reforma tributária que simplifique a vida do empreendedor. Também precisamos continuar apostando na agenda de desburocratização.

Além disso, mais do que a Reforma da Previdência, o acordo de livre-comércio firmado recentemente entre a União Europeia e o Mercosul deverá influenciar fortemente a flutuação de preços das ações brasileiras e os rumos dos nossos investimentos internos. Como temos pouca chance de competir com a indústria de ponta dos países europeus, devemos crescer na exportação de produtos de menor valor agregado, como bebidas, produtos lácteos e produtos agrícolas.

No entanto, carecemos de infraestrutura para dar vazão à nossa produção. Também precisamos aprimorar nosso funcionamento tecnológico, inclusive no que se refere à proteção de dados. Esses fatores podem ajudar no impulsionamento das startups e das empresas de solução logística e construção civil.

* Sênior partner e estrategista da Davos
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO