Entrega de obras da BR-381 ocorrerá dentro de duas semanas, afirma diretor do Dnit

Com o objetivo de acelerar as obras de duplicação, foi criado um plano de estudo acerca da concessão de trechos da BR-381 à iniciativa privada

Divulgação/Dnit


Um dos trechos da BR-381 que será liberado para veículos faz parte do lote 3, entre o km-298 e km-314

Durante visita às obras dos lotes 3 e 7 da BR-381, o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), general Santos Filho, anunciou um prazo para que as obras sejam entregues à população. O objetivo da visita foi conhecer de perto os trabalhos e verificar o andamento das obras de duplicação da rodovia.

Conforme o diretor-geral, os serviços no lote 3 (entre os municípios de Antônio Dias e Jaguaraçu) e no lote 7 (entre Rio Una e Caeté) estão com um bom desenvolvimento. “Nós estamos com dois lotes em andamento e o trabalho está em ritmo bem acentuado. Dentro de aproximadamente duas semanas, nós já estaremos liberando 15 quilômetros para o trânsito, com pavimentação em concreto, uma tecnologia bem avançada. Será uma entrega muito importante para Minas Gerais”, afirmou.

Em nota, o Dnit informou que o trecho da BR-381 que será liberado para veículos faz parte do lote 3, entre o km-298 e km-314, que está entre os municípios de Jaguaraçu e Antônio Dias, no Vale do Aço. “Nos quilômetros 303 e 314 serão realizados desvios que vão dar acesso aos túneis em Antônio Dias e Prainha. Inicialmente, esse trecho funcionará em mão dupla. Isso é necessário para que seja concluída a modernização da pista antiga. Após o término desse trabalho, o trecho passará a ser de mão única, com tráfego no sentido Governador Valadares a Belo Horizonte. Na pista restaurada, o trânsito seguirá no sentido contrário”, explicou.

O Dnit também detalhou o andamento das obras nos lotes 3 e 7 da BR-381. “Até o momento, já foram concluídos 63% do lote 3, compreendido entre o entroncamento da MG-320 para Jaguaraçu e o Ribeirão Prainha, e 77% do lote 7, entre o Rio Una e Caeté”, concluiu.

Pedágios
Em audiência pública realizada no mês passado, na Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado Federal, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, informou que a previsão é que até o dia 30 de julho já tenha o calendário das audiências públicas sobre as obras de duplicação das rodovias BR-381 e BR-262, com a cobrança de pedágios.

Com o objetivo de acelerar as obras de duplicação, foi criado um plano de estudo acerca da concessão de trechos da BR-381 à iniciativa privada, realizado pelo Ministério da Infraestrutura, que prevê a instalação de 11 praças de pedágios entre Belo Horizonte até a divisa com o Espírito Santo, com valores a partir de R$ 9,52. Na proposta, a duplicação seria de Belo Horizonte a Governador Valadares, mas se estenderia também para a BR–262, rumo ao Espírito Santo.

Já publicado

Dnit libera intervenções no antigo trecho da BR-381, em Fabriciano
Concessão da BR-381 à iniciativa privada é tema de audiência na ALMG
Obras de trecho da BR-381 devem ser entregues nos próximos dias

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Oliveira 12 de Julho, 2019 | 20:16
Usam o dinheiro público para as obras e depois repassa para a iniciativa privada. A parte mais onerosa foi feita pelo Governo, então deveria arrecadar e investir na própria manutenção da rodovia. Pedágio para o Poder público.
Agora, 11 pedágios e R$ 9,52 é sacanagem!!!
Na BR 040 o pedágio custa próximo de R$ 5,00.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO