Polícia localiza suspeitos do latrocínio de comerciante

Vítima morreu depois de ser baleada durante o assalto ocorrido no bairro Mangueiras, em Coronel Fabriciano

Wellington Fred


Os três suspeitos presos teriam participação direta ou indiretamente na morte do comerciante

Em trabalho conjunto, equipes das polícias, Civil e Militar, chegaram na tarde de segunda-feira (8) a três suspeitos de participação no latrocínio (roubo seguido de morte) do comerciante Messias Gomes de Araújo, de 34 anos. O pai dele, Vicente Evangelista de Araújo, de 60 anos, também foi baleado no assalto ao comércio das vítimas na avenida Maringá, no bairro Mangueiras, em Coronel Fabriciano, fato ocorrido no sábado (6).

Como já noticiou o Diário do Aço, Messias foi atacado à tarde dentro de seu estabelecimento comercial. Dois jovens, em uma motocicleta, pararam em frente ao bar e mercearia da vítima. O carona desembarcou e entrou no comércio empunhando uma arma de fogo, possivelmente uma pistola. Ele queria o cordão e dinheiro do comerciante, que reagiu e entrou em luta com o ladrão.

Na briga houve disparos de arma de fogo e os tiros atingiram a cabeça e o tórax de Messias. Na confusão, Vicente foi acudir o filho e acabou baleado também na região do tórax. Os dois foram socorridos por populares e encaminhados ao Hospital Dr. José Maria de Morais onde o comerciante morreu horas depois. O pai dele ficou internado com perfuração em um dos pulmões.

Investigação

Os policiais militares receberam informações que R.H.S., de 20 anos, teria sido um dos autores do latrocínio e pilotou a motocicleta usada no assalto. A informação apurou que H.S.M.S., de 22 anos, recebeu uma foto de Messias indicando que a vítima usava um cordão valioso em seu bar, imagem repassada por R.F.S., de 22 anos. H.S. teria então emprestado a moto usada pela dupla para a execução do roubo.

Ao levantar estas informações, os policiais conseguiram o nome de mais um suspeito, o quarto envolvido no latrocínio do bairro Mangueiras. E.H.N., de 20 anos, jovem que estava na garupa da moto e que teria sido quem anunciou o roubo e efetuou os tiros quando o comerciante reagiu, ferindo também o pai da vítima.

Localização dos suspeitos

O trabalho conjunto dos policiais civis e militares permitiu que fossem localizados três dos suspeitos do crime. O primeiro a ser detido foi R.F. que tentou fugir, mas sem sucesso, na rua José Firmino da Silva, no bairro Ponte Nova. No bairro Santa Cruz foi encontrado R.H., que foi detido após uma tentativa de fuga ao cerco policial.

R.H. encontrava-se na casa de E.H., que não estava no local. H.S. foi encontrado na motocicleta utilizada no crime. Ele estava com um adolescente no veículo e tentou escapar da abordagem policial. A moto foi cercada e o suspeito detido. O veículo foi removido ao pátio credenciado pelo Detran. Os três detidos foram encaminhados ao plantão da 1ª Delegacia Regional de Ipatinga onde serão ouvidos.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Mussum 09 de Julho, 2019 | 11:36
Safadeza
Sabonete 09 de Julho, 2019 | 09:41
BANDO DE SAFADO.....TRABALHAR, OS SAFADOS NÃO QUEREM...!! QUEREM É ARRUMAR DINHEIRO NA MÃO GRANDE....
JÁ O CARA DE BLUSA AZUL DE CAPUZ, VAI FAZER SUCESSO NA CADEIA COM ESSE BUZANFÃO DELE.......

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO