Estados Unidos vencem a Holanda e conquistam o tetracampeonato mundial

Os Estados Unidos venceram por 2 a 0

Reprodução Twitter Fifa


Maior vencedora do Mundial, equipe americana ampliou a vantagem de títulos sobre as adversárias

Confirmando o favoritismo, a seleção norte-americana venceu a Holanda neste domingo, em Lyon, na final da Copa do Mundo feminina de futebol. Os Estados Unidos venceram por 2 a 0, com gols de Rapinoe e de Lavelle, e conquistaram o Mundial pela quarta vez.

A Holanda foi para o jogo com a proposta de se defender e esperar um erro adversário para buscar o contra-ataque. A estratégia funcionou ao longo de todo o primeiro tempo, com a goleira Van Veenendaal fazendo importantes defesas. Os EUA dominavam o duelo, mas não conseguiam vencer a barreira da defesa.

A dinâmica do jogo se manteve até os 11 minutos do segundo tempo, quando Van Der Gragt acertou um chute em Morgan. O VAR foi consultado e o pênalti foi assinalado em favor do time americano. Rapinoe, destaque da seleção no Mundial, cobrou para abrir o placar e se igualar à Morgan e Ellen White, da Inglaterra, na artilharia do torneio, com seis gols.

Com a desvantagem, as europeias precisaram sair mais para o jogo e deram espaço às americanas, que desperdiçaram várias chances de gol. Até que, aos 19 minutos, Lavelle carregou a bola por entre a defesa holandesa e chutou forte para confirmar o título.

Estados Unidos: Naeher; O'Hara (Krieger,intervalo), Dahlkemper, Sauerbrunn, Dunn; Mewis, Ertz e Lavelle; Heath (Lloyd), Morgan e Rapinoe (Press). Técnica: Jill Ellis.

Holanda: Van Veenendaal; Van Lunteren, Dekker (Van de Sanden), Van Der Gragt e Bloodworth; Groenen, Van de Donk e Spitse; Beerensteyn, Miedema e Martens (Rood). Técnica: Sarina Wiegman.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO