Regional do Jemg reúne cerca de 10 mil estudantes-atletas

Os campeões do basquetebol, futsal, handebol, voleibol e os quatro primeiros colocados do xadrez avançam para a grande final, na etapa estadual, em Uberlândia, de 29 de julho a 3 de agosto

Tiago Ciccarini


Fase estadual ocorrerá de 29 de julho a 3 de agosto em Uberlândia, no Triângulo Mineiro

Cerca de 10 mil estudantes-atletas disputaram, na última semana, uma vaga para a etapa estadual da edição 2019 dos Jogos Escolares de Minas Gerais 2019 (Jemg). A fase regional da maior competição escolar do país ocorreu em sete municípios, entre 24 e 29 de junho.

Ao todo, foram realizados, aproximadamente, 1,3 mil jogos, entre 743 escolas e 352 cidades. As competições aconteceram em Além Paraíba (Zona da Mata), Baependi/Caxambu (Sul), Governador Valadares (Vale do Aço), Pitangui (Centro), Três Marias (Norte) e Uberaba (Triângulo).

Os campeões do basquetebol, futsal, handebol, voleibol e os quatro primeiros colocados do xadrez avançam para a grande final, na etapa estadual, em Uberlândia, de 29 de julho a 3 de agosto. Na próxima fase, também participam os estudantes-atletas das modalidades individuais e paralímpicas, além dos representantes de Belo Horizonte e Uberlândia.

Valorização do Esporte
O Jemg é uma ação realizada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), por meio da Subsecretaria de Esportes, e pela Secretaria de Estado de Educação (SEE). A execução é de responsabilidade da Federação de Esportes Estudantis de Minas Gerais (Feemg).

Os Jogos Escolares de Minas Gerais indicam os representantes do estado para os Jogos Escolares da Juventude e para as Paralimpíadas Escolares, etapas nacionais.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO