Vereadores Mirins indicam melhorias no Bairro Nova Esperança

Outro ponto destacado por ele diz respeito à colocação de novas linhas de ônibus no local



Os vereadores mirins da Câmara Municipal de Ipatinga indicaram ao Executivo várias melhorias para o Bairro Nova Esperança. Em uso da Tribuna, o estudante Pablo Eduardo Silva esclareceu que, com a construção de 245 novos apartamentos no bairro, o aumento do número de moradores no local foi significativo.

“É necessário que a Prefeitura promova mudanças nas mais diversas áreas no Bairro Nova Esperança. Pinturas de faixas de pedestres, colocação de placas de trânsito, quebra molas e outros dispositivos que melhorem a vida das pessoas no Bairro são muito bem vindos”, disse Pablo.

Outro ponto destacado por ele diz respeito à colocação de novas linhas de ônibus no local. “Com o aumento do número de alunos, a construção de um novo bloco na Escola Municipal Terezinha Nívia de Oliveira Lopes, com mais salas de aula, auditório, banheiros se faz necessário para atender aos novos alunos que procurarão vagas em nossa escola”, disse o estudante.

Outra abordagem feita pelos estudantes foi sobre o racismo, informou o Legislativo. Proposto pelo estudante Arthur Dameão Coelho, ele indica que se trabalhe nas escolas Municipais o Projeto Anti B.R.P.H - (Bullying. Racismo. Preconceito. Homofobia) nas escolas municipais. “O projeto consiste em promover o diálogo nas escolas, por meio de palestras, entrega de materiais e outros meios para que se difunda informações a cerca das diferenças e se combata o racismo”, enfatizou o estudante.

Outra indicação diz respeito à implantação de Wi-Fi em praças públicas e da colocação de atividades extracurriculares ligados ao esporte, cultura e artes nas escolas, bem como a realização de oficinas de dança no Parque Ipanema.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO