Lateral direita vira alvo de disputa no Galo

Enquanto Guga esteve na França, o antes criticado Patric voltou ao posto com boas atuações

Bruno Cantini


Patric, que perdeu a vaga de titular para Guga no início do ano, deve começar jogando contra o Cruzeiro

Titular da lateral direita no início do ano, Guga perdeu o posto nos últimos meses, após se ausentar do Atlético para servir à seleção brasileira olímpica, que conquistou o Torneio de Toulon no dia 15 de junho. Enquanto esteve na França, o antes criticado Patric voltou ao posto com boas atuações, o que arrancou elogios da torcida para o lateral.
Agora, após a parada da Copa América, Patric deve seguir como titular, já que vem sendo muito utilizado pelo técnico Rodrigo Santana nos treinamentos da intertemporada. Com isso, Patric deve começar jogando o clássico contra o Cruzeiro, na próxima quinta-feira (11), às 20h, no Mineirão.

Enquanto isso, Guga garante que não se incomoda com a situação. “É futebol, faz parte. O que importa é que quem jogar tem de dar o melhor de si, que ajude a equipe, que aí todos ganham. Como ele me deu forças quando eu assumi a titularidade, acontecendo assim ele tem meu total apoio. O que importa é que estamos aqui para ajudar o Atlético e fica aí nossa torcida, tanto a minha para ele, e eu sei que também tem a dele por mim”, disse Guga.

Por sua vez, Patric aponta que tem sempre como objetivo melhorar seu desempenho. “Esses seis primeiros meses de 2019 foram puxados, de jogos importantíssimos e, apesar das dificuldades, acredito que estamos fazendo uma temporada positiva. Individualmente, venho procurando melhorar a cada dia. Tive uma sequência de jogos boa antes da parada da Copa América. Procurei evoluir a cada jogo em quesitos importantes como desarmes e passes. Espero continuar sendo útil. Creio que aproveitei as oportunidades que me foram dadas”.

Matheus Mancini está de saída

O Atlético liberou o zagueiro Matheus Mancini para acertar contrato com a Académica de Coimbra, de Portugal. O jogador viajou para a Europa a fim de fazer os acertos do seu novo vínculo. Mancini ficará no país por empréstimo até o meio de 2020.

O defensor chegou ao Galo em abril de 2017, depois de disputar o Campeonato Paulista pelo Botafogo-SP. Fez 11 jogos e não marcou gols. No ano passado, foi emprestado para o Londrina, que disputou a Série B do Brasileiro.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO