Mitos e Verdades sobre gripes e resfriados

Segundo o Dr.Celso Padovesi, pneumologista da Rede de Hospitais São Camilo de SP, a gripe é um quadro mais grave do que o resfriado com sintomas mais intensos



Com a chegada do inverno é comum o aumento do número de pessoas com resfriados ou gripes. As duas doenças são infecções causadas por vírus, que acometem principalmente o sistema respiratório. Mas qual é a diferença entre elas?

Segundo o Dr.Celso Padovesi, pneumologista da Rede de Hospitais São Camilo de SP, a gripe é um quadro mais grave do que o resfriado com sintomas mais intensos. “A gripe é causada pelo vírus Influenza e pode ocasionar quadros graves de saúde, especialmente em idosos - acima de 60 anos, pessoas com doenças crônicas, gestantes e crianças menores de 5 anos. Já o resfriado é causado por vários outros tipos de vírus e costuma se manifestar mais leve, afetando principalmente as vias aéreas superiores e raramente chega a situações graves”, explica.

Para esclarecer os principais pontos e desvendar os Mitos e Verdades sobre as doenças, confira abaixo as dicas do especialista:

É possível evitar um resfriado ou gripe
VERDADE: As principais medidas para prevenir gripes e resfriados são: lavar bem as mãos, usar álcool-gel após contato com pessoas doentes, evitar ficar em ambiente fechado onde há pessoas com essas doenças e, sempre que possível, evitar confinamento com outras pessoas nos períodos de epidemia desses vírus (geralmente nos meses de outono e inverno). Caso tenha contato próximo com alguém que esteja com gripe ou resfriado, o uso de máscara cirúrgica e a lavagem adequada das mãos são medidas que diminuem o risco de contágio.


Tomar vitamina C ou consumir mais alimentos ricos evitam resfriados
MITO: Não há evidencias científicas de que o uso de vitamina C possa evitar um quadro de resfriado.


Manter o corpo agasalhado e aquecido evita resfriados
MITO: Não. A temperatura corporal não determina o surgimento do resfriado


Descanso e alimentação adequada é a melhor forma de cuidado
VERDADE: O paciente com resfriado deve usar medicamentos para alívio dos sintomas, como analgésicos, antitérmicos, inalações e xaropes. Também é importante manter uma boa hidratação, alimentar-se bem, dormir bem e fazer repouso.


Medicamentos auxiliam na velocidade do tratamento
MITO: Os medicamentos utilizados para o tratamento do resfriado servem apenas para alívio dos sintomas, como analgésicos, antitérmicos, inalações e xaropes. Esses medicamentos não aceleram a resolução do resfriado, apenas aliviam os sintomas.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO