Educadores de Ipatinga no RioH2K

Festival teve participação de coreógrafos famosos do Brasil e exterior

A cidade do Rio de Janeiro sediou recentemente a 8ª edição do maior evento de Danças Urbanas do Brasil, o RioH2K, contando com a participação de coreógrafos de renome internacional, como André Rockmaster e Jaja Vankova campeã do America’s Best Dance Crew e artista do Cirque Du Soleil.

Também participaram os coreógrafos Diana Matos (Portugal), dançarina de Justin Timberlake e Nick Minaj, Dafine Bianchi (Itália) e Hollywood, coreógrafo das cantoras Beyoncé e Rihanna.

Divulgação


Wiliam e Douglas representaram Ipatinga no Rio de Janeiro
Ipatinga também marcou presença no evento pela quarta vez, com os artistas Douglas Evangelista e Wiliam Lacerda, com a proposta de aprender novas técnicas e replicá-las no Vale do Aço através de cursos de formação e oficinas para novos artistas.

Wiliam Lacerda atua como coordenador de Movimento Corporal na Secretaria Municipal de Educação e animador do Faisão Resort Aqua Park, e participou doa oficina intensiva com os coreógrafos Hollywood, Diana Matos e Tony Tzar.

“Aprender com artistas mundialmente tão famosos na área da dança contribui para desenvolvermos um ambiente fértil de criação, impulsionando ainda mais o desejo de divulgarmos as danças urbanas”, disse Wiliam.

Douglas Evangelista é coordenador de Artes Visuais na Secretaria Municipal de Educação de Ipatinga, atuando há 14 anos na área de Danças Urbanas no Vale do Aço. Teve três projetos aprovados na Lei Municipal de Incentivo à Cultura e foi duas vezes premiado no edital de intercâmbio Circula Minas com viagens para o Peru e a Argentina.

Sobre o RIOH2K, Douglas lembra que o Vale do Aço ainda não tem artistas especializados nas técnicas abordadas no evento, como Wacking, Jazzfunk, Krump, Passinho, Chicago Footwork e Dancehall, entre outros.

Os dois artistas e educadores ipatinguenses pretendem multiplicar em Ipatinga e no Vale do Aço os conhecimentos adquiridos com os artistas internacionais, como forma de contribuir com a formação dos artistas regionais através da socialização das novas técnicas, bate papo sobre o tema e aulas práticas gratuitas.

“Nossa proposta de dividir estes conhecimentos com os artistas regionais será divulgada nas próximas semanas, para que todos os interessados possam se programar e participar”, concluem Wiliam e Douglas.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO