Jovem assassinada de forma brutal em Naque

Jovem de 25 anos, estava com marcas de violência e foi encontrada ensanguentada, sobre cama em sua residência

Divulgação


Muzia Carla de Moura Costa, de 25 anos

A polícia investiga o caso de Muzia Carla de Moura Costa, de 25 anos, encontrada morta em sua residência, na rua Raimundo Dionísio Figueiredo, em Naque, na manhã desta sexta-feira (28). Ela foi morta a golpes, possivelmente com a parte de trás do machado, e foi encontrada sobre a cama em meio a muito sangue. Um jovem de 21 anos é suspeito de ter participação no crime, caso que está em apuração.

A Polícia Militar foi acionada pelo enfermeiro do posto de saúde. O profissional encontrou Muzia com marcas de violência. Algumas pessoas que conheciam a vítima e familiares informaram que sempre havia festas na residência.
Uma denúncia feita ao Pelotão da PM de Belo Oriente indicou que F.M.S., de 21 anos, teria envolvimento com o crime. Ele foi localizado, mas entrou correndo para sua casa. O jovem voltou nervoso e disse que não fez nada e nem matou ninguém antes mesmo de os policiais argumentarem qualquer coisa.

F.M.S. foi encaminhado para o quartel da PM, enquanto era confeccionada a ocorrência. Ele disse que não conhecia a vítima. Entretanto, vizinhos informaram que os dois tiveram um relacionamento amoroso, informação que foi confirmada pelo tio de Muzia aos policiais militares. O jovem foi qualificado e liberado pelos policiais.

O local do crime foi periciado e o corpo de Muzia removido pela funerária de plantão. Um machado com indícios de ter sido lavado estava atrás da geladeira, ferramenta que pode ter sido usada na agressão que levou a mulher à morte. O caso ainda está em apuração.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Bolson 28 de Junho, 2019 | 22:57
Não da pra entender esse país o cara foi qualificado e liberado amanhã ele poderá estar longe e será mais um foragido ao ar livre.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO