Audiências debaterão obras e pedágios em rodovias

Datas para audiências sobre duplicação de rodovias e pedágios deverão sair em julho

Divulgação Nova 381


Conforme o ministro da Infraestrutura, a duplicação da BR-381 deverá ser discutida com a sociedade em breve

Em audiência pública realizada na Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado Federal, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, informou que a previsão é que até o dia 30 de julho já tenha o calendário das audiências públicas sobre as obras de duplicação das rodovias BR-381 e BR-262, com a cobrança de pedágios.

Tarcísio deu a informação na terça-feira (25), ao responder ao senador Carlos Viana (PSD), um dos parlamentares que solicitou a presença do ministro na audiência, para explicar a respeito do andamento dos estudos de concessão e duplicação das rodovias. “É preciso ouvir a sociedade, empresas e órgãos públicos. A BR-381 requer uma obra muito grande, é um projeto muito desafiador”, disse o ministro, que citou como exemplos de desafio a remoção do gasoduto que abastece o Vale do Aço e a construção de muitos viadutos e túneis.

Na semana que passou a notícia sobre o repasse das rodovias para a iniciativa privada, com a instalação de praças de pedágio entre Governador Valadares, na BR-381 e Belo Horizonte e de João Monlevade até o Espírito Santo, na BR-262, deixou usuários da rodovia preocupados, diante da estimativa de valores, entre R$ 9,52 e R$ 13,74.

Durante as audiências públicas que serão realizadas em Minas Gerais, o governo federal vai discutir com a população se as obras serão feitas em conjunto ou divididas em dois lotes: trecho da BR-381 entre Belo Horizonte a Governador Valadares, e a BR-262, entre João Monlevade (MG) e Viana (ES).

O ministro informou ainda que, no contrato de concessão, será definida a tarifa dinâmica para a cobrança dos pedágios. Ou seja, o valor pago pelo usuário será menor durante a obra e chegará ao preço definido em contrato após a entrega da duplicação, segundo Tarcísio.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO